Cirurgião-ortopedista tira dúvidas sobre a artrose; confira

Apesar de mais frequente em pessoas com idade avançada, ela pode surgir em qualquer fase da vida

Por: Cláudia Duarte Cunha  -  30/10/22  -  11:18
Cerca de 10% dos brasileiros sofrem dessa doença que, muitas vezes, limita a pessoa
Cerca de 10% dos brasileiros sofrem dessa doença que, muitas vezes, limita a pessoa   Foto: Adobe Stock

Cerca de 10% dos brasileiros sofrem dessa doença que, muitas vezes, limita a pessoa. O cirurgião-ortopedista David Gusmão, que faz parte da Associação Brasileira de Quadril, responde algumas dúvidas sobre esse problema que afeta a saúde das articulações.


Tomar suplemento para artrose é benéfico?
O uso de suplementação (seja para artrose ou para qualquer outra doença) deve ser realizado sob prescrição médica, depois de análise do histórico de saúde do paciente. Cada suplemento possui as suas especificações e, portanto, somente deve ser recomendado de acordo com o caso específico de doença óssea ou articular.


A artrose é um problema que só atinge pessoas com idade avançada?
Não! Embora os casos em idosos sejam mais frequentes, devido ao desgaste natural da cartilagem, provocado pela idade, os jovens também podem sofrer de artrose. Entretanto, é importante entender como é feito o diagnóstico. Quando se trata de um dano pequeno na cartilagem, a pessoa irá sofrer de um desconforto persistente, que é um sinal de alerta para buscar um ortopedista.


Quem tem o diagnóstico de artrose não pode forçar os músculos?
O reforço muscular é excelente para quem sofre de artrose, podendo proporcionar grandes benefícios e ser considerado, inclusive, um cuidado preventivo. Entretanto, é necessário se atentar à amplitude dos movimentos, evitando impactos muito fortes.


A incidência é maior em mulheres?
Quando a mulher entra na menopausa, a produção do hormônio estrogênio diminui, o que explica a maior incidência da doença depois dos 50 anos. Porém, os homens têm a tendência de desenvolver artrose resultante da osteonecrose (morte de uma parte do osso) e do impacto femoroacetabular (desgaste na articulação do quadril).


A artrose sempre é incapacitante?
Apesar de essa doença não ter cura, o diagnóstico precoce e os tratamentos adequados podem interromper a sua progressão e garantir qualidade de vida para a pessoa. O mais indicado é manter hábitos saudáveis, praticar atividade física regularmente e consultar um ortopedista ao sentir qualquer desconforto ou dor contínua em alguma região das articulações.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna
Newsletter