Especialista de Santos ensina a melhorar a autoestima e aparecer bem no home office

Luiza Castro é make up artist, e diz que o visual, além da boa imagem, aumenta a produtividade no trabalho

Por: Jean Marcel  -  12/10/21  -  08:00
Atualizado em 12/10/21 - 13:55
 Luiza fez especializações em Paris, Nova Iorque e é formada em design de sobrancelhas
Luiza fez especializações em Paris, Nova Iorque e é formada em design de sobrancelhas   Foto: Arquivo Pessoal

A pandemia, o aumento de reuniões, e o home office adotado pelas empresas criou uma nova rotina em que as pessoas são vistas através de uma tela. Por ela, conversam com clientes, colegas de trabalho ou mesmo o presidente da empresa. Estar com o visual 'em ordem' aumenta a autoestima, e consequentemente faz com que a pessoa se sinta mais segura e cause uma boa impressão. A especialista Luiza Castro dá workshops sobre o assunto, e conta que isso vale tanto para mulheres quanto para homens. Cair na tentação de aparecer de qualquer jeito na tela pode causar uma reação muito diferente da esperada.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Luiza é gaúcha, mas mora em Santos há 10 anos. Ela é makeup artist e designer. Fez duas especializações em Nova Iorque e Paris, na Make Up For Ever Academy, e é formada em design de sobrancelhas. "Nesses tempos de pandemia, descobrimos que a maquiagem é também uma ferramenta de autocuidado, uma demonstração de carinho para si, proporcionando maior autoestima e bem-estar, e consequentemente melhor produtividade no trabalho", ressalta. Mais abaixo, Luiza dá dicas bem mais específicas sobre maquiagens para eventos on-line.


Homens
"Muitos homens me falam que o suor incomoda pela umidade da região, o calor, e a correria do dia a dia. Tem coisas até simples que ensino. De manhã, ou após o almoço, lavar o rosto com shampoo Johnson ou um sabonete de acordo com o tipo de pele, usar um hidratante e um filtro solar. Tudo prático porque para homens tem que ser tudo assim senão eles não fazem (risos). E quem se incomoda com olheiras pode usar um corretivo no tom da pele. Isso é bem usado até por jornalistas e apresentadores de TV".


A referência de estética visual da especialista converge com os estudos dos pesquisadores Dr. Galinsky e Hajo Adam, da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos. Eles comprovaram que a maneira como a pessoa está vestida age diretamente na autoconfiança, além de aumentar significativamente a produtividade.


"A maquiagem torna as mulheres mais atraentes e confiantes, tornando-as mais competitivas no mercado de trabalho, pois chamam atenção e se diferenciam", enfatiza Luiza. "Às vezes basta um batom vermelho. A mudança de postura é automática e a confiança em si aumenta. É como se estivesse preparada para a 'guerra' do dia a dia. Pandemia, filhos, saúde mental, cuidar da casa, do marido, dos pets, ser saudável, trabalhar... entre tantas outras batalhas. Com a autoconfiança em cima, a mulher vence com muito mais facilidade", afirma.


Produtos
Luiza possui hoje uma linha de produtos que leva o seu nome, e conta que o cuidado com a pele e a aparência sempre fez parte de sua vida: "Desde criança sempre fui apaixonada por maquiagem pelo que ela transforma. Eu fiz patinação artística até os 16 anos, e comecei por mim mesma, mas sempre acabava fazendo a das amigas. Não vejo a maquiagem como uma futilidade. Já vi minha mãe passar pelo câncer mais de uma vez, e ao passar um simples batom durante o tratamento a postura muda, a pessoa resgata uma aceitação melhor com o espelho e se sente muito melhor".


A profissional adotou os cuidados com a pele como opção de vida: "Trabalhei em uma multinacional e comecei com as duas coisas em paralelo. Com a pandemia, acabei saindo, e segui apenas com a maquiagem", conta. A rotina em uma grande empresa serviu de inspiração para criar o video bem humorado no qual, sem cortes, ela finaliza uma maquiagem completa em 10 minutos para uma reunião importante.


Dicas Valiosas
Luiza revela que algumas dicas precisam ser seguidas durante a elaboração da maquiagem para o home office. "Aplicar primer em todo o rosto e colo, e corrigir a região dos olhos com um corretivo para ficar com um ar descansado. A pele é o carro-chefe da maquiagem e se ela estiver bem preparada já causa uma boa impressão", explica.


"Se você tiver uma reunião por vídeo-chamada, aposte na make natural, sem deixar o visual carregado. Se sua olheira for pigmentada, use um blush cremoso para neutralizá-la, e depois aplique o corretivo nelas, na parte central do rosto, como testa, nariz e queixo e espalhe o que sobrou para as extremidades", detalha.


A expert ressalta ainda a importância da máscara de cílios e do blush: "o rímel faz toda a diferença. Quanto mais camadas fizer, melhor. E o blush dará um toque especial na make. Além da cor, é ele que dará o ar de saudável". Já as sobrancelhas também merecem toda a atenção na hora da make. "Com um quarteto de sombras próprio para sobrancelhas, preencha as falhas, respeitando sua forma natural, sem deixá-las marcadas", revela.


Luiza diz ainda que o toque de cor nos lábios deixa o visual completo. "Por mais que a pele esteja impecável, os lábios coloridos fazem diferença e levantam o astral. Sugiro o batom vermelho para dar uma cor. Se você não tiver blush, o mesmo produto pode ser aplicado nas bochechas", completa.


Lição de vida
"Cada rosto tem um formato, e aprendi que maquiagem é personalizada. O mais sensato é valorizar o que a pessoa tem de bonito". E o mesmo pensamento Luiza leva para a vida, entender que há diferenças e valorizar o que cada um tem de bom. "Quando penso em felicidade e realização profissional, me sinto bem fazendo isso. Mudando a vida das pessoas e devolvendo a elas autoestima. É minha terapia", finaliza.


Logo A Tribuna