Tábua de queijos é dica para a ceia

Faça uma mistura de queijos com texturas diferentes

Por: Da Redação  -  24/12/21  -  16:05
Faça uma mistura de queijos com texturas diferentes
Faça uma mistura de queijos com texturas diferentes   Foto: Divulgação

Para quem é apreciador e amante de queijos, a ceia de virada do ano é a oportunidade de colocar à mesa variações e possibilidades de sabores e apresentar a amigos e familiares diferentes texturas e sabores.


No Brasil, existe ampla variedade de queijos. A chef Flávia Soni Rogoski, Mestre Queijeira, e professora do Centro Europeu na disciplina de enogastronomia, dá dicas para servi-los na noite da virada. “Veja se o queijo é fresco, recém porcionado, dentro da validade e que não sofreu mudanças de temperaturas”.


Para as ceias de final de ano uma excelente opção para harmonizar com queijos é uma tábua de frios de entrada. Rogoski explica que para atender a todos os paladares, a tábua precisa ter pelo menos três tipos de queijo: “um queijo duro, um queijo com furo e um queijo com fungo, você consegue atingir uma grande variedade de paladares”.


Queijos duros


São os queijos com uma maturação mais longa e com aspecto mais quebradiço. Parmesão, grana padano e extra madurados holandeses, como gouda extra maturado prima donna, vermelho, azul são os mais indicados. “São queijos com maior presença de sal e uma textura farinhenta, o que traz uma quantidade de gordura mais alta para o paladar”, diz a especialista.


Queijos com furo


São queijos com textura mais amanteigadas, como o gouda, gruyère ou o emmental. “Todo o queijo com olhadura, ou seja, com furos, passa por uma fermentação do tipo propiônica, o que traz um dulçor ao paladar”, explica a chef.


Queijos com fungos


São queijos com sabor mais intenso e fortes, como o brie, camembert e gorgonzola. “Começando com esses, com certeza você irá agradar muito seus convidados”.


Uma dica da especialista é inserir dois tipos de embutidos, também chamados de carnes, como copa, lombo e presunto cru. “Pouco tempero na escolha da carne se haverá um jantar mais intenso na sequên-cia”, recomenda a Mestre Queijeira. Além disso, queijos harmonizam muito bem com bebidas gasosas. “Toda bebida que tem gás, ou seja, as bolhas, ajudam na harmonização pois fazem a limpeza do sabor e te prepara para a próxima bocada. Como nossas festas de final de ano são no verão, indico uma bebida geladinha com carbonatação, como a cava, o champagne e espumantes.


Para acompanhar a tábua de frios, a chef indica alguns produtos. Pães com mais miolo e poucos grãos ajudam a tirar a gordura da boca deixada pelo queijo. Maçã, pêra seca, tâmara e damasco também são ótimos acompanhamentos, pois trazem leveza ao paladar.


O ideal é que as peças estejam em temperatura ambiente. “No verão eu recomendo tirar os queijos para o serviço uns 40 minutos antes da festa”.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna