Quer deixar a casa mais fresca no verão? Invista em plantas

Elas deixam os ambientes mais úmidos e ainda trazem bem-estar

Por: Por Thaís Lyra  -  17/01/21  -  12:55
Em espaços grandes ou reduzidos, plantas não podem faltar
Em espaços grandes ou reduzidos, plantas não podem faltar   Foto: Adobe Stock

O verão é uma delícia, mas a estação pode deixar a casa abafada. Entre as alternativas para fazer com que os ambientes fiquem menos quentes estão o uso de plantas e flores. E o motivo é simples: elas trazem mais umidade.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A floristaPupyZogaiblembraque as plantas também transpiram e, quanto maior for a espécie,mais umidade haverá no ar.“Além disso, quando regamos,essa água fica um pouco retida e ajuda a deixar os lugares úmidose,consequentemente, frescos”.


Quanto às espécies que mais se adaptam à estação,Pupyindica sete bem resistentes. “Cacto, babosa, espada-de-são-jorge, alfazemaou lavanda, que adoram o calor.Yucca, que é uma árvore bonita, agave e o gerânio, que tem flor.São ótimas opções para o verãoe ainda garantem um espaçoalegre e bonito em casa”.


Juana Martinez, florista parceira da Flores Online, recomenda suculentas, pata-de- elefante,crássulaekalanchoe, também chamada de flor-da-fortunaou de flor-da-felicidade.


De todo jeito


O mais bacana é que, não importase a casa é grande ou pequena, ela pode receber plantas. O segredo está na criatividade.Pupysugere utilizar quadros com plantas emolduradas. “Ficasuperbonito, decora e é bem legal. Funciona como se fosse um retrato”.


Juana dá outra dica: optar por plantas em vasos pendentes, que decoram o ambiente e não ocupam muito espaço. “Quem tem pouco área livre no chão pode apostar nos suportes aéreos. Neles, vão bem plantas como jiboia, hera,cissus, chifre-de-veado, lambari ecolumeia,que precisam de pouca água ao longo da semana, podendo ser só borrifadas no dia a dia. Se a opção for decorar com vasos no chão, escolha os menores e plantasque não necessitam de tantoespaço para as raízes crescerem”.


Os cactos e as suculentas são ótima pedida, principalmente se ficarem em terrários. “Isso acabase tornando um hobby, pois traz a conexão com a natureza. Essas espécies não pedem cuidados demais, nem tanta iluminação,e podem ser transportadas de um lugar para o outro”, observaPupy.


Assim como as cores e os estilos de décor, as plantas também têmos seus modismos.Pupydiz que flores como as orquídeas estãoem evidência, em especial pela elegância e durabilidade. “Agora, entre as plantas, as oliveiras andam com um destaque grande, assim como as frutíferas e as hortas.


Outra tendência forte são os jardins verticais, com plantas naturais. Podemos incluir o capim e o bambu, que necessitam de poucos cuidados. E não posso deixar de citar as samambaias, que voltaram com tudo”. Mas não se preocupe, dápara deixar tudo junto e misturado. O segredo é a harmonia.


“Abuse da criatividade para montar um ambiente lindo. Mesclar plantas e flores só trará boas energias”, afirma Juana.Pupycomplementa: “Procure trabalhar com uma paleta de cores, assimnão tem como você errar”.


Apetrechos


Quem está pensando em investirem plantas e flores, além de vaso, terra e adubo, deve considerar mais alguns utensílios, explicaPupy, como uma pá pequena e larga,um garfo pequeno e um médiopara arar quando for colocaro adubo, uma tesoura de poda,um borrifador e um regador.


Falando nisso, molhar muito ou pouco? “Um dos maiores erros que as pessoas cometem é colocar plantas com vasos sem furos.É muito importante ter a planta num vaso com um furo para que, quando ela for regada, a água tenha por onde sair e, assim, não apodreçaas raízes”, ensina Juana.


Pupyacrescenta que é preciso tratar as plantas como um ser vivo e não como um objeto. “A primeira coisa é entender como é a sua casa. Bate sol? A que horas? Onde vai ficar a planta? Depois, aprendaum pouco sobre a plantinha queterá e o que ela precisa – quando deve molhar, adubar. Não esqueçade, umavez por mês, borrifar as folhas e tirar o pó. É um organismo vivo e que necessita de atençãoe cuidados”, finaliza a florista.


Logo A Tribuna