Prefira alimentos leves antes de realizar o Enem

Confira dicas de nutrição para ajudar no desempenho da prova

Por: Redação  -  14/11/21  -  10:18
 Prefira alimentos leves no período do Enem
Prefira alimentos leves no período do Enem   Foto: Adobe Stock/Reprodução

Antes de uma prova de longa duração, como é o caso do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), devemos nos atentar aos alimentos consumidos tanto antes quanto durante a prova para que possamos ter um bom rendimento, de acordo com a nutricionista Camilla Simões.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Que o estudo e o preparo para esses testes são importantes nós já sabemos, porém a alimentação pode também ser grande aliada. “Primeiramente, devemos sempre priorizar alimentos de fácil digestão e que não fermentem muito. Assim, evitamos desconfortos durante a prova, como gases, eructações, azia e refluxo. A farinha branca, excesso de pimenta, refrigerantes, alimentos muito ácidos e industrializados ricos em sódio podem piorar esses sintomas.


Não é nada legal ir para uma prova com esses sintomas nos desconcentrando”. Além disso, a nutricionista ressalta que nós devemos evitar alimentos ricos em açúcar, para não ter, assim, picos glicêmicos, que podem causar sonolência. O consumo de alimentos pesados e de digestão muito demorada, como carne vermelha, também pode gerar sonolência e fadiga durante a prova. “Dê preferência a alimentos proteicos e naturais, que entreguem saciedade e bem-estar”.


Entre as opções para um café da manhã reforçado estão os ovos, iogurtes, frutas (abacate é um ótimo aliado), aveia, chia, acompanhados de café ou chá. “No caso de pessoas ansiosas, o café pode potencializar esse quadro e, por causar agitação, prejudicar o desempenho na prova caso seja consumido em grande quantidade. Bebidas energéticas e refrigerantes também entram nessa lista de itens a ser evitados. Por isso não abuse”, diz Camilla.


Já durante a prova é importante manter o mesmo padrão alimentar da refeição anterior. Algumas opções, segundo Camilla Simões, são barras de proteína, frutas secas, chocolate amargo (de preferência com mais de 60% de cacau) e castanhas. “Além de muita hidratação. A desidratação pode ser acompanhada de sintomas como cansaço, dores de cabeça e sonolência, também prejudicando o rendimento durante o exame”.


Para quem deseja prestar o Enem ou algum tipo de vestibular, a alimentação deve ganhar atenção bem antes do dia da prova para se ter um melhor desempenho, melhor memória e concentração.


Logo A Tribuna