Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Tribuna do leitor - 8 de junho de 2021

Na edição desta terça-feira, participações de Sérgio Silveira, Luiz Vinagre e João Horácio Caramez, entre outros

Por: Redação  -  08/06/21  -  08:50
 Deputado Júnior Bozzella foi tema de três dos participantes do
Deputado Júnior Bozzella foi tema de três dos participantes do "Tribuna do Leitor" desta terça-feira   Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Comparações


Independente das posições partidárias, que respeito, mas não posso deixar de citar o abismo de comparações entre os currículos das doutoras Nise Yamaguchi e Luana Araujo. Dra Nise Yamaguchi, 40 anos de formação, mais de 15 mil pacientes de oncologia, no google mais de 27 páginas com estudos, seminários, palestras nacionais e internacionais, participando de diversa universidades internacionais, artigos em revistas e por aí afora. Respondeu com calma a todas questões, mesmo sendo achincalhada. Dra Luana, 15 anos de formação, não declarou quantos pacientes tem ou atende, não declarou se tem consultório antes ou depois da covid-19, sem estudos científicos ou artigos em revistas da área. Não sei se é concursada ou nomeada ou indicada no Ministério da Saúde. Elogiada pela turma da Inquisição. Cadê as feministas da tal “mexeu com uma mexeu com todas”? Que vergonha não se manifestarem contra os senadores machistas perante uma senhora que leva o nome do nosso Brasil na comunidade científica.
Luiz Vinagre - Santos


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Politicagem


O atual Governo Federal vem causando desilusão a uma significativa parcela do eleitorado brasileiro, sim! Apesar de o voto de desespero visar impedir a continuidade do ataque aos cofres públicos, almejava-se um pouco mais, pois contávamos com outro tipo de comportamento por parte do eleito, alguém que se perdeu nas raízes embaraçadas de sua família e nas sombras da própria vaidade, não sabendo navegar no meio dos escolhos e de outros detritos que compõem o mar da política interesseira e personalista que ainda sobrevive no sistema. Politiqueiros e outros interesseiros clamam pela volta do antigo regime, que mais não fez que capitalizar o partido no poder, atender aos interesses econômicos de outros países e empreiteiras, além de engordar as contas bancárias de palestrantes de ocasião. Conclui-se que muito pouca coisa é mais asquerosa e deprimente que os políticos profissionais e a política da forma como é praticada no Brasil.
Carlos D. N. da Gama Neto - Santos


Pérola do Atlântico


Guarujaenses, santistas e toda a Baixada Santista estão à espera do aeroporto do Guarujá. O impasse continua. A quem caberá a administração? Agora o Estado pretende construir o reservatório para armazenar água para todo Guarujá. Todavia, surgiu o impasse entre a Sabesp e o dono da pedreira. Sejam sensatos e entrem em acordo para o início das obras.
Osmar Dias de Moraes


Júnior Bozzella 1


O deputado federal Júnior Bozzella qualifica o governo Bolsonaro como o mais corrupto da história. Sugiro a ele que entre no Google e busque : “os 11 crimes da era FHC”. Se acaso tiver consciência e procurar melhor, descobrirá que o governo FHC não foi somente o mais corrupto do Brasil, como, talvez, o maior do planeta. O pior cego é aquele que não quer ver.
João Horácio Caramez - Santos


Júnior Bozzella 2


O título mais adequado para a entrevista concedida pelo deputado federal Júnior Bozzella a A Tribuna seria: “Cuspiu no prato que comeu”. A CPI da covid-19, ou melhor, os integrantes da mesa dessa comissão no Senado, estão arregimentando adeptos e fazendo seguidores, ou melhor, perseguidores. O deputado Bozzella, do alto de sua arrogância, desespero e intolerância, ao invés de denunciar toda essa corrupção vomitada na entrevista, com provas, na Câmara Federal ou ao Ministério Público para encaminhar o devido processo penal, prefere os holofotes que lhe oferecem para tentar ampliar a expressiva votação obtida em 2018. Acho difícil, mas veremos em quantos se transformam os 78.712 votos daquela eleição. As citações de “liberação de emendas parlamentares robustas, orçamento secreto, maior escândalo de corrupção da história”, são demais para pessoas com pelo menos meia dúzia de neurônios.
Sérgio Silveira - Santos


Júnior Bozzella 3


Reveladora a entrevista do deputado federal Júnior Bozzella. De forma corajosa, aponta e expõe objetivamente os porões da velha política. Poderia ficar calado e usufruir da distribuição de emendas para vangloriar-se perante os eleitores. Optou pelo lado do Brasil honesto e transparente. Que sirva de lição aos deputados que se preocupam em não criticar o Governo, com receio de não se beneficiar de emendas para “ajudar” nossa região.
Silvio Luiz Millon Fontes - Santos


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Logo A Tribuna