CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
Vacinação de profissionais da Segurança e Educação é essencial
Os profissionais da segurança pública não suspenderam seus serviços durante a pandemia
Por: Tenente Coimbra  -  13/04/21  -  08:24
É de grande importância a vacinação desses 530 mil profissionais dos dois setores   Foto: Pixabay

A vacinação dos profissionais da área da Educação do Estado de São Paulo começou nesta segunda-feira (12). Na semana passada foi a vez de iniciar a imunização dos profissionais da Segurança Pública. Ambos os setores são essenciais para a nossa sociedade e vacinar esses trabalhadores, embora venha em uma decisão tardia, é um importante passo na caminhada de combate ao coronavírus.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A previsão do Estado é que sejam imunizados 350 mil professores e demais funcionários de escolas estaduais, municipais e particulares, com idade a partir de 47 anos, e 180 mil policiais civis, militares e técnicos-científicos, agentes penitenciários, bombeiros e guardas civis metropolitanos da ativa.


Os profissionais da segurança pública não suspenderam seus serviços durante a pandemia e a todo momento estiveram expostos à contaminação, cumprindo seu dever de proteger a sociedade, na linha de frente do combate à violência.


O coronavírus, inclusive, matou em 2020 quase que o dobro de policiais se compararmos com as mortes por confrontos com criminosos. Segundo dados obtidos pela imprensa, 43 foram vítimas fatais de covid enquanto 22 foram assassinados em serviço no ano passado.


Já entre os profissionais da Educação, o retorno presencial das aulas seguindo os protocolos de segurança é extremamente importante, principalmente para aqueles alunos em situação mais vulnerável, que não têm condições de acompanhar as aulas no formato on-line e estão há um ano sem estudar. No entanto, para proporcionar maior proteção a toda a comunidade escolar, o Estado deveria ter garantido com antecedência a vacinação dos professores e outros funcionários.


É de grande importância a vacinação desses 530 mil profissionais, de dois setores que são a base de uma sociedade. É uma pena que o governo os tenha deixado de lado por tanto tempo e demorado para tomar a decisão de imunizá-los, perdendo vidas e colocando tantas outras em risco, seja nas ruas combatendo a criminalidade ou dentro das salas de aulas, educando nossas crianças e jovens.


Em momentos tão difíceis como o que vivemos, a vacina é uma saída para a diminuição de mortes e retomada das atividades. Permitir a vacinação de profissionais de setores-base é o principal para que possamos voltar ao crescimento e desenvolvimento.


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.