Cirurgia Bariátrica: uma mudança de vida

“Destinamos duas emendas para a realização do projeto Serviço de Cirurgia Bariátrica”

Por: Tenente Coimbra  -  17/08/21  -  09:50
   Serviço de Cirurgia Bariátrica que será referência SUS para os pacientes da Baixada Santista, inaugurado no último dia 11 no Hospital Guilherme Álvaro
Serviço de Cirurgia Bariátrica que será referência SUS para os pacientes da Baixada Santista, inaugurado no último dia 11 no Hospital Guilherme Álvaro   Foto: Arquivo/AT

Diante do aumento do número de obesos e sem qualidade de vida, destinamos duas emendas para a realização deste tão importante projeto, o Serviço de Cirurgia Bariátrica que será referência SUS para os pacientes da Baixada Santista, inaugurado no último dia 11 no Hospital Guilherme Álvaro.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O número de indivíduos com obesidade aumenta no mundo a cada dia e a cirurgia bariátrica vem se tornando um importante aliado no tratamento de pacientes com obesidade grau 3.


De acordo com a Organização Mundial da Saúde a obesidade é um dos grandes problemas de saúde pública já que se estima que até 2025, 2,3 bilhões de adultos ao redor do mundo estejam acima do peso, sendo 700 milhões de indivíduos com obesidade. No Brasil não é diferente, essa doença crônica atinge 20,3% em 2019, tornando esses pacientes cada vez mais suscetíveis a doenças cardiovasculares graves, impactando tanto na sua qualidade quanto na sua expectativa de vida.


Hoje, um em cada cinco brasileiros já é considerado obeso. Diante da dificuldade que tanta gente tem para eliminar os muitos quilos a mais (inclusive por questões genéticas) e de todos os perigos que a obesidade traz à saúde, logo a cirurgia se projetou como uma boa solução.


A obesidade é uma doença onde estão envolvidos vários fatores, muitos deles são comuns nas sociedades ocidentais e estão extremamente ligados ao crescimento do número de pessoas obesas. O aumento no consumo de alimentos, resultado da gama de oferta, as modificações no padrão das dietas, em sua maioria hipercalórica, o sedentarismo e a ansiedade, a qual o mundo moderno se encontra, são alguns dos fatores que causam um aumento no número de pessoas em sobrepeso no Brasil e no mundo.


É no sentido da qualidade de vida e devolvendo expectativa de vida que a Cirurgia Bariátrica atua. Conforme dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), entre 2 e 5% da população tem indicação de Cirurgia Bariátrica. Portanto, estima-se que possa existir em torno de 36 mil pessoas elegíveis ao procedimento cirúrgico na Baixada Santista.


Mas o que é a cirurgia bariátrica? A cirurgia bariátrica é um tipo de cirurgia na qual o sistema digestivo é alterado com o objetivo de diminuir a quantidade de comida tolerada pelo estômago ou para modificar o processo natural de digestão, de forma a reduzir drasticamente a quantidade de calorias absorvidas, facilitando a perda de peso.


Por ser um tipo de cirurgia que, na maior parte dos casos, é bastante invasiva, a cirurgia bariátrica geralmente só é indicada como forma de tratamento quando a pessoa já tentou outras formas de tratamento mas sem os resultados esperados, ou quando o excesso de peso coloca a vida em risco.


Considero que o Serviço de Cirurgia Bariátrica pelo SUS é uma forma de devolver a vida para quem já não tinha mais esperança, pessoas que mal se locomovem sozinhas, não tem vida social e nem estímulo para viver agora podem ter esperança de uma vida mais saudável.


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Logo A Tribuna