São Vicente busca investimentos

Há anos que se fala das áreas disponíveis no continente vicentino para abrigar novos investimentos

Por: Rosana Valle  -  17/10/21  -  06:35
 Há anos que se fala das áreas disponíveis em São Vicente para abrigar novos investimentos.
Há anos que se fala das áreas disponíveis em São Vicente para abrigar novos investimentos.   Foto: Arquivo/A Tribuna

O vereador Jhony Sasaki (PSB) promoveu, dia 13 deste mês, na Câmara de São Vicente, uma conferência internacional com a presença do diretor da Câmara de Comércio China Brasil (CCCB), Arthur Guimarães, que contou com a participação de empresários, autoridades municipais e membros da comunidade.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


O objetivo foi buscar investimentos para gerar empregos em São Vicente e também incentivar o comércio bilateral entre Brasil e China. O evento atraiu um público interessado em viabilizar estas oportunidades, justamente num momento em que a nossa região precisa criar postos de trabalho para se recuperar dos danos provocados pela pandemia.


Os participantes locais ressaltaram o potencial de São Vicente para a abertura de novas empresas, principalmente na Área Continental, que ainda tem espaços vazios ao lado da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, com acesso fácil ao Porto de Santos e ao Sul do Brasil. Hoje, a maior parte dos moradores dos bairros do continente precisa sair de lá para trabalhar em outros municípios ou no Centro da Cidade.


Há anos que se fala das áreas disponíveis no continente vicentino para abrigar novos investimentos. Mas ficou claro, também, no evento, que mais do que constatar este potencial, é preciso reunir informações atuais detalhadas sobre estas áreas, como a infraestrutura disponível, as condições do solo, acesso a água e energia e, principalmente, a situação legal destes imóveis.


Isso para que este potencial possa constar de um documento, bem elaborado, em várias línguas, inclusive mandarim, de modo que os investidores internacionais possam conhecer as áreas em profundidade. Quem investe precisa ter a chamada segurança jurídica sobre os imóveis que venham a adquirir ou alugar para abrigar seus negócios.


O secretário de Comércio, Indústria e Negócios Portuários de São Vicente, Rogério Tadachi Iha, presente ao encontro e empenhado em atrair novos investimentos, disse que esta providência, sugerida pelo palestrante, é muito importante e necessária.


Um trabalho nesse sentido chegou a ser realizado no começo dos anos 2000 sob a coordenação de um executivo experiente que atuou, por um período, na Prefeitura de São Vicente, Otacílo Miguel Teixeira Tavares, que tinha muita vivência na iniciativa privada por ter trabalhado em multinacionais.


O documento, elaborado na gestão ex-prefeito Tercio Garcia pela Secretaria de Governo, a cargo de Jânio Benith, pode ser que esteja disponível na Prefeitura de São Vicente e vir a servir de ponto de partida para uma atualização e consequente utilização para a orientação dos investidores.


Estas e outras contribuições resultaram do evento organizado na Câmara de São Vicente. O diretor da CCCB se colocou à disposição dos comerciantes para incrementar ainda mais o ambiente de negócios com a China, que é, hoje, grande parceiro comercial do Brasil.


Estou integrada nesta iniciativa e parabenizo o vereador Sasaki e todos os presentes ao encontro, que certamente resultará em uma busca mais aprofundada pelos tão desejados investimentos que venham a gerar empregos para os vicentinos e demais moradores da Baixada Santista.


Tudo sobre:
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Ver todos os colunistas
Logo A Tribuna