Titulares do Palmeiras retornam com decisões e São Paulo segue dando as cartas no Paulistão

Mesmo com reservas, Santos começa a ganhar padrão de Holan e Corinthians segue em busca do melhor futebol

Por: Roberto Monteiro  -  12/04/21  -  12:44
Corinthians e São Paulo se dão bem e são os únicos grandes do estado a vencer no fim de semana
Corinthians e São Paulo se dão bem e são os únicos grandes do estado a vencer no fim de semana   Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians e Divulgação São Paulo

Amigos, o Palmeiras somente na semana passada conseguiu entrar em campo com seus principais jogadores iniciando assim a temporada 2021 já decidindo títulos importantes. Na primeira partida pela Recopa Sul-americana venceu ao Defensa y Justicia na casa do adversário, teve dificuldades na formação e distribuição tática e só melhorou mesmo depois de mudar totalmente o setor de meio-campo. O resultado acabou sendo muito importante por permitir que o time entre mais tranquilo no jogo de volta em Brasília.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Aliás, na mesma Brasília houve a decisão da Supercopa do Brasil entrePalmeiras e Flamengo em jogo nervoso, muito equilibrado com belos lances e gols. O empate em 2 a 2 no tempo normal levou a decisão para os pênaltis onde os dois goleiros brilharam com defesas importantes. Melhor foi para o Flamengo que venceu a disputa por 6 a 5 e ficou com o título de bicampeão. Necessário citar que o técnico Abel Ferreira novamente teve problemas com a arbitragem e foi expulso ainda no primeiro tempo de jogo, naturalmente ele já está na mira dos árbitros brasileiros por seu temperamento agitado e pela péssima mania de tentar apitar o jogo de fora do campo.


O Palmeiras permanece em Brasília onde joga na quarta-feira a partida de volta da Recopa e assim atrasa ainda mais seu calendário no Paulistão, que recomeçou neste final de semana com jogos acumulados e jogados a cada dois ou três dias, de comum acordo com a Federação Paulista que quer terminar a competição no dia 23 já previamente marcado pelo regulamento.


Assim no reinício do Paulistão, que estava paralisado desde o dia 15 de Março, o São Paulo de Hernan Crespo foi a campo bem ao estilo de seu treinador, com jogo pegado e muito feliz na saída de jogo. O São Caetano, que tem a pior campanha na competição, não resistiu ao bom futebol tricolor e perdeu por 5 a 1. Foi a terceira goleada do tricolor que já havia vencido Santos e Internacional de Limeira por 4 a 0. O jogo marcou também as estréias de Benitez e Eder, que já chegou marcando um lindo gol.


O Santos voltou a jogar em casa e não conseguiu sair do zero diante do Botafogo de Ribeirão Preto, num jogo em que poupou todos os seus principais jogadores e com isso mostrou tremenda falta de entrosamento, criou poucas jogadas e não teve boa ligação da defesa com o ataque em razão da deficiência de seu setor de meio-campo. Foi o terceiro empate na competição e a torcida ainda terá que esperar por melhora no time que está mais preocupado no momento com o jogo decisivo pela Pré-Libertadores diante do San Lorenzo. A vantagem de 3 a 1 conseguida na Argentina dá mais segurança ao Santos que aposta na passagem para a fase de Grupos e no prêmio em dinheiro que fará muito bem ao combalido cofre do clube.


E o Corinthians também voltou a campo em Campinas, foi dominado em boa parte do jogo pelo Guarani mas acabou prevalecendo no placar e manteve sua invencibilidade no Paulistão. O Corinthians tem duas marcas no Campeonato: Seis jogos sem perder e a péssima qualidade técnica da sua equipe em campo, deixando a torcida tao preocupada quanto o técnico Vagner Mancini que ao chegar no ano passado prometeu que " o Corinthians teria a cara do Corinthians" , mas certamente não contava que essa cara seria tão feia. Clube está com dividas enormes, sem condição de contratar e ainda prestes a liberar alguns dos seus últimos "reforços", como Jemerson e Casares por falta de caixa, que precisa ser mais equilibrado urgentemente.


E ainda vem aí Brasileirão, Copa do Brasil, Libertadores e Copa Sul-americana para apertar ainda mais o calendário dos clubes paulistas.....


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Logo A Tribuna