Santos e Palmeiras embalados para final da Libertadores

Já os momentos de São Paulo e Corinthians seguem sendo de muita dúvida

Por: Roberto Monteiro  -  19/01/21  -  10:55
Equipes se enfrentam no próximo dia 30, pela final do torneio continental
Equipes se enfrentam no próximo dia 30, pela final do torneio continental   Foto: Ivan Storti/Santos FC

Amigos, impossível não destacar o momento do São Paulo e seus últimos resultados, principalmente encerrando uma temporada de muitas eliminações e dúvidas sobre o trabalho de Fernando Diniz. Só para ficarmos fixados no momento atual basta lembrar que depois da eliminação para o Grêmio na semifinal da Copa do Brasil o tricolor esqueceu o que é vencer no Brasileirão, perdendo uma enorme vantagem que tinha acumulado em relação aos demais adversários.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Fica claro que o esquema de jogo precisa de alternativas pois já é conhecido e repetitivo demais, facilitando a diminuição de espaços para o toque de bola tricolor diante de qualquer adversário. Diniz é convicto de sua tática de jogo, os adversários já aprenderam como anular isso levando o clube do Morumbi ao risco de perder a liderança em confronto direto com o Internacional nesse meio de semana. E essa é a última chance da temporada para tentar um título depois de tantos anos de jejum.


Já o Santos está cada vez mais embalado para a decisão da Libertadores no próximo dia 30, acumulando a terceira vitória seguida com futebol convincente e mesmo com desfalques importantes que tem valorizado muito o trabalho do técnico Cuca.


O clube tem consciência total de suas limitações técnicas e financeiras mas em campo tem mostrado muita determinação e qualidade, superando o líder São Paulo, o forte e tradicional Boca Juniors e o Botafogo numa sequência que cria muita expectativa e esperança pela possibilidade de se tornar o clube brasileiro recordista na conquista da Libertadores. Tudo isso comprova o quanto Cuca e o elenco santista estão unidos e comprometidos no trabalho dentro e fora do campo.


O Corinthians ficou muito tempo só treinando para voltar a campo e golear o Fluminense no meio de semana, mas acabou se perdendo totalmente no clássico diante do Palmeiras que foi soberano em campo e também acabou goleando seu maior rival. Ainda resta ao Corinthians sonhar com uma vaga na Libertadores, mas Vagner Mancini precisa voltar a reorganizar seu setor defensivo e seu meio-campo para que ao menos a bola chegue com qualidade no ataque com chance de conseguir os resultados que precisa na competição. Diante do Palmeiras o Corinthians não teve a "cara do Corinthians" como pretendia seu treinador.


E finalmente vamos falar do Palmeiras que neste dia 18 de Janeiro completou o nono jogo em 2021 num excesso de disputas e com qualidade em todas elas. Finalista da Copa do Brasil e da Libertadores o time de Abel Ferreira em quatro dias jogou diante do Grêmio e do Corinthians saindo de campo com quatro pontos ganhos e ainda na disputa direta pelo título do Brasileirão 2020.


Time tem se desdobrado, poupado jogadores, mudado esquema em campo sempre com a qualidade de elenco e extrema competência do português Abel Ferreira em seu comando. Se vai chegar aos títulos em disputa é outra questão, mas é inegável que merece todo aplauso por tudo que fez ao longo dessa atípica temporada do futebol em geral.


É bom destacar que neste meio de semana teremos três jogos diretos entre os candidatos ao título brasileiro e muita coisa poderá estar mudada até nosso próximo encontro aqui.


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Ver todos os colunistas
Logo A Tribuna