Estar vacinado pode ser obrigatório nas eleições

A ideia é promover maior interesse da população em relação à vacinação

Por: Paulo Corrêa Jr  -  20/01/22  -  06:16
  Foto: Unsplash

Mesmo em recesso, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) têm conversado sobre algumas medidas que deverão ser obrigatórias para as próximas eleições, previstas para outubro deste ano. Um dos assuntos em pauta é a possibilidade quanto a exigência do passaporte completo de vacina para votação.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


A ideia é promover, desta forma, o maior interesse da população em relação à vacinação. Acredita-se que mais pessoas iriam procurar a imunização como forma de garantir seu direito ao voto. Servindo como incentivo àqueles que até o momento não se sensibilizarem com todos os apelos e campanhas feitos pelos governos e pela comunidade científica que oferecem informações baseadas em milhares de testes comprovando o fato de que em locais onde o número de imunizados é alto, a doença perde força na transmissão causando assim, menos mortes.


Mesmo com todas os dados que esclarecem a importância da vacina em relação a contenção do alastramento da doença, é provável que tal obrigatoriedade seja objeto de uma discussão recheada de narrativas ideológicas, trazendo tensão em um debate a ser acompanhado pela sociedade.


Tudo sobre:
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Ver todos os colunistas
Logo A Tribuna