Convenções partidárias: as eleições já começaram

As convenções partidárias são reuniões que acontecem entre os filiados dos partidos políticos

Por: Paulo Corrêa Jr  -  28/10/21  -  09:14
 Convenções partidárias: as eleições já começaram
Convenções partidárias: as eleições já começaram   Foto: Divulgação

Se você não sabe, as convenções partidárias são reuniões que acontecem entre os filiados dos partidos políticos, e são realizadas em épocas pré-eleitorais. Nelas, definem-se principalmente quem serão os candidatos majoritárias e proporcionais e se haverá ou não coligações com outros partidos. Por isso, de uma forma diferente de uma eleição convencional que você já conhece bem, os candidatos começam a buscar aliados para que seu nome e candidatura sejam escolhidos para a disputa, seja ela para Prefeito, Governador ou mesmo Presidente da República. É preciso que o candidato seja num primeiro momento eleito no partido para posteriormente, disputar a eleição ao cargo que pleiteia.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Nem sempre existe um consenso sobre o nome a ser escolhido e isso gera uma disputa muitas vezes acirradas dentro do próprio partido. Aliás, isso já está acontecendo no PSDB para definir quem será o próximo candidato ao executivo nacional em 2022, como a imprensa tem mostrado.


Alguns candidatos já estão em plana campanha, buscando mostrar aos filiados suas ideias, de forma a aglutinar apoios, na hora em que forem escolher quem será o representante do partido.


É preciso, também, que se defina um outro fator muito importante: se haverá, e com quais partidos que serão as coligações. E isso, também costuma ser uma grande dor de cabeça porque nem sempre as escolhas são de consenso.


Recentemente, houve uma mudança importante na forma como se comportam as coligações em relação a apuração dos votos e definição de coeficiente. Mas isso seria assunto para um outro texto. Mas fique de olho. Ainda teremos muita água para rolar.


Tudo sobre:
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Ver todos os colunistas
Logo A Tribuna