Homens e mulheres têm percepções diferentes sobre fantasias sexuais

Para elas, o romantismo prevalece; na visão deles, dominação é importante

Por: Marcia Atik  -  28/08/21  -  09:47
 Eles e Elas
Eles e Elas   Foto: Pixabay

Dados obtidos de uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana trazem informações interessantes que valem a pena serem referendadas. Falando-se em fantasias sexuais, as diferenças entre homens e mulheres, muito carregada ainda do romantismo que habita o imaginário feminino e a potência que ainda é o valor que o homem dá a sua sexualidade.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


As fantasias femininas estão assim observadas nessa pesquisa, 13% das mulheres fantasiam com serem dominadas pelos parceiros; 24% fantasiam transar com homens famosos e 36% fantasiam com sexo em lugares românticos como praias, cachoeiras ou outros lugares bucólicos.


Em contrapartida, as fantasias masculinas reforçam o ideário de potência, força e dominação, pois 12% fantasiam com sexo grupal; 215 fantasiam em sexo com mulheres famosas e 47% fantasiam em transar com duas mulheres ao mesmo tempo.


A equidade de gênero é uma realidade, não podemos mais negar isso. Homens e mulheres nos altos postos de trabalho se saem igualmente bem, quando não as mulheres obtém uma diferença pelo modo inovador de comandar.


Liberdade sexual também. Desde os anos 60 com o advento da pílula imagina-se que as mulheres adquiriram uma autonomia sobre seu corpo sexual e a igualdade se fez, só que não.


Nessa pesquisa fica claro o quanto ainda crenças e valores em que o homem é privilegiado na sua liberdade sexual e o quanto as mulheres ainda estão aprisionadas na cultura de em que o romantismo e não o desejo é que constroe uma sexualidade plena e feliz.


Vivemos uma época de disruptura de conceitos arraigados que ainda impedem um encontro entre homens e mulheres em igualdade de busca e satisfação plena.


Tudo sobre:
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Ver todos os colunistas
Logo A Tribuna