CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
Praia Grande (SP): Suspeito de estuprar criança de sete anos agride mãe da menina por duvidar dele
Polícia Civil investiga o caso e já determinou medida protetiva para as vítimas.
Por: Alexandre Lopes  -  18/05/21  -  08:52
Caso foi registrado na Delegacia da Mulher de Praia Grande   Foto: Divulgação / Governo do Estado de SP

Um homem de 30 anos é suspeito de estuprar uma criança de apenas sete, em Praia Grande, no litoral de São Paulo, e de agredir a mãe da criança ao ser questionado sobre o crime. A Polícia Civil está investigando o caso.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A mulher, de 50 anos, mora com o suspeito há cerca de seis anos. Segundo informações da polícia, ela ficou sabendo do estupro pela própria criança, que apareceu com as roupas íntimas cheias de sangue contando que havia sido abusada.


Durante depoimento, a mulher falou que o suspeito apresenta comportamento agressivo. O homem ainda teria ameaçado a criança para que não contasse nada para ninguém. Apesar disso, a menina resolveu contar e a polícia foi acionada.


Ao questionar o companheiro, no último dia 14 de maio, a mulher foi xingada de 'lixo' e acabou sendo agredida com um soco. A partir daí, as agressões se tornaram diárias com o suspeito se recusando a sair de casa.


O caso foi registrado como lesão corporal, violência doméstica e estupro de vulnerável na Delegacia da Mulher, onde segue sob a investigação da Polícia Civil. A Polícia solicitou medida protetiva para as vítimas.


Tudo sobre:
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.