Mulher trans é espancada e expulsa de casa em Praia Grande após se apaixonar por homem sem teto

Polícia está investigando o caso. Vítima precisou ser levada ao hospital Irmã Dulce.

Por: Alexandre Lopes  -  20/10/21  -  08:31
Atualizado em 20/10/21 - 08:48
 Mulher trans foi agredida após levar morador em situação de rua para casa
Mulher trans foi agredida após levar morador em situação de rua para casa   Foto: Pixabay

Uma mulher transexual foi espancada e expulsa da própria casa em Praia Grande, no litoral de São Paulo, após se apaixonar e abrigar um morador em situação de rua dentro da residência. As informações foram divulgadas pela polícia na manhã desta quarta-feira (20).


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


A vítima, de 42 anos, afirmou em depoimento que, após determinado período de tempo, começou a ser vítima de agressão doméstica. Com isso, decidiu expulsar o homem de casa, mas o rapaz afirmou que 'não sairia de jeito nenhum' e passou a ameaçar a vítima.


Ainda segundo a polícia, após receber um ultimato, o homem começou a espancá-la com socos na região da cabeça. Em seguida, a expulsou de casa e disse que 'a mataria se ela retornasse'. A vítima foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Quietude e, em seguida, para o Hospital Irmã Dulce.


Um boletim de ocorrência foi registrado e os crimes de lesão corporal, injúria e ameaça estão sendo investigados. Até o momento não há informações sobre se o suspeito foi retirado do local. Ele não foi encontrado pela reportagem para comentar o assunto.


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Logo A Tribuna