CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE
Reforço na sinalização do Gonzaga, em Santos, é requisitado após mudança de mão dupla em via
Rua Alexandre Herculano virou mão única em fevereiro. No entanto, motoristas continuam se confundindo
Por: ATribuna.com.br  -  09/06/21  -  10:19
Atualizado em 09/06/21 - 12:03
Rua Alexandre Herculano virou mão única em fevereiro.   Foto: Matheus Tagé/AT

Após a implantação total de mão única na Rua Alexandre Herculano, um morador do bairro Boqueirão decidiu procurar A Tribuna, pois sugere um reforço na sinalização e readequação da sinalização do solo. Pois, segundo ele, muitos condutores de veículos continuam fazendo a conversão errada.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Para o geógrafo Luiz Fernando Bittencourt, de 53 anos, quem passa pelo local, seja de carro ou a pé, teme acidentes pelo trecho. "Muita gente já quase foi atropelada. É uma situação complicada", diz.


Para que o problema seja amenizado, o geógrafo propõem que a prefeitura apague a sinalização antiga e coloque mais uma placa na esquina da Avenida Washington Luís com a Rua Alexandre Herculano, para que os condutores não se confundam mais com mudança.


A mudança na mão para circulação de veículos ocorreu em fevereiro deste ano. Na época, segundo a prefeitura de Santos, a motivação da conversão foi melhorar a mobilidade e a segurança dos motoristas e pedestres.


Quem precisa ingressar na Alexandre Herculano, no trecho entre o Canal 3 e a Avenida Ana Costa, tem a opção de seguir pela Rua Goiás para entrar no trecho.


O farmacêutico Renato Alves, de 64 anos, concorda que um reforço na sinalização ajudaria os motoristas, mas afirma que o trânsito do local ficou melhor após a mudança.


Segundo ele, a confusão deve se dar pelo costume que os motoristas tinham de virar no trecho há muitos anos, mas para os pedestres o local parece ter ficado mais seguro. "Ficou melhor, só que a memória, digamos que 'afetiva', leva a pessoa a virar e não olhar a placa, mas acho que o pedestre atravessa na faixa de forma mais segura agora, pois não tem perigo de ser atropelada por trás, como acontecia antes".


Segundo a Prefeitura de Santos, para reforçar a nova medida aos motoristas, a CET-Santos, além de realizar a alteração da sinalização, ainda disponibilizou agentes de trânsito nas imediações durante as duas primeiras semanas e manteve, por mais de um mês, sinalização de reforço com cavaletes alertando sobre as alterações.


O cruzamento da referida via com a Rua Tocantins recebeu placa indicando o novo sentido de circulação da via em tamanho maior que o convencional (75 cm de diâmetro). Com relação à sinalização de solo, informamos que foi devidamente implementada. A faixa dupla amarela (que indicava mão dupla) está totalmente apagada.