Obras na ciclovia da praia geram transtorno no Embaré

Usuários reclamam de falta de sinalização e de uma área específica para que ciclistas; Prefeitura diz que reforma vai melhorar as condições da pista

Por: Por ATribuna.com.br  -  14/01/21  -  20:56
Ciclistas e pedestres disputam o mesmo espaço para transitar na orla de Santos
Ciclistas e pedestres disputam o mesmo espaço para transitar na orla de Santos   Foto: Carlos Nogueira/AT

No meio do caminho havia uma obra. E a intervenção tem gerado muita confusão no calçadãoe na cicloviada orla de Santos. A reformada faixa exclusiva para ciclistas, nas imediações doEmbaré,tem virado motivo de dor de cabeça para praticantes de esportes e caminhantes à beira-mar. O motivo: falta de uma sinalizaçãoe de um espaço para o fluxo da turma do pedal.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A reforma acontece de forma simultânea em diversos trechos da ciclovia do jardim da praia no bairro Embaré. Segundo a prefeitura, as intervenções têm por objetivo “melhorar as condições da ciclovia, que apresenta diversos pontos com falhas no piso, além da pintura bem desgastada”.


Chuvas de verão são apontadas como responsável pelo atraso no cronograma
Chuvas de verão são apontadas como responsável pelo atraso no cronograma   Foto: Carlos Nogueira/AT

Contudo, a conjunto de obras faz com que ciclistas e pedestres dividam o mesmo espaço nos trechos em que a faixa exclusiva está interditada para as intervenções. A situação é mais agravada em frente à Basílica Menor de Santo Antônio doEmbaré. A confusão torna-se generalizada dado aos quiosques eacurta extensãoda calçada. Caminhar por ali exige cuidado redobrado.


“Não está fácil caminhar por aqui. Toda hora a gente ouve um grito de um ciclista para a gente sair da frente. Tenho feito minha corridinha na areia, para evitaracidente”, afirma a estudante de Biologia Marina Alves, de 22 anos.


O cenário também é desagradável para os ciclistas. Isso porque eles precisam disputar espaço na calçada com os caminhantes e com bicicletas em direçãooposta. “Está uma bagunça. Se não estiver ‘ligado’, o risco de atropelar alguém ou ser atropelado é grande”, diz o auxiliar administrativo João Fernandes de Paula, de 26 anos, que faz da suaMonarkBarra Fortemeio de transporte.


Prefeitura afima que reforma tem custo de R$ 342,9 mil em intervenões na orla
Prefeitura afima que reforma tem custo de R$ 342,9 mil em intervenões na orla   Foto: Carlos Nogueira/AT

Segundo a prefeitura, as obrasdevem terminar até o final de fevereiro. “As chuvas estão atrapalhando o andamento dos serviços, pois impedem que a pintura da sinalização seja feita”, cita, por meio de nota.


A administração destaca que há sinalização dos bloqueios e, quando ocorrem intervenções específicas, a orientação de desvio para as alamedas internas, que passam a ser compartilhadas com os pedestres. “Cada caso tem uma solução de desvio, pois as obras de recuperação são pontuais. Por isso, existirão períodos onde as calçadas serão compartilhadas”, continua.


Obras acontecem em diversos trechos da orla de Santos
Obras acontecem em diversos trechos da orla de Santos   Foto: Carlos Nogueira/AT

A prefeitura informa queas intervenções na ciclovia têm custo de R$ 342.944,65 e fazem parte de um contrato que contempla outros serviços ao longo da orla. “As adequações na ciclovia ocorrerão em toda a extensão da orla, nos trechos necessários, com serviços de pintura, adequação de acessibilidade e substituição de parte da rede de drenagem”.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna