Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Mutirão elimina 106 focos com larvas do mosquito Aedes aegypti em Santos

Ação percorreu mais de 2,7 mil imóveis no bairro Aparecida na quarta-feira (3)

Por: Por ATribuna.com.br  -  04/02/21  -  20:14
Noventa e seis agentes da Seção de Controle de Vetores trabalharam na ação
Noventa e seis agentes da Seção de Controle de Vetores trabalharam na ação   Foto: Susan Hortas/Prefeitura de Santos

Um mutirão eliminou 106 focos com larvas do mosquito Aedes aegypti, no bairro Aparecida, em Santos. A ação, realizada nesta quarta-feira (3), percorreu2.705 imóveis. O inseto é responsável por transmitir doenças comodengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Noventa e seis agentes da Seção de Controle de Vetores da Secretaria Municipal de Saúde trabalharam na ação. A chefe técnica da seção, Ana Paula Favoreto, explica que, em casos como o prédio onde foi identificado o foco, é feita a coleta das larvas, a eliminação do foco e a orientação aos responsáveis do residencial. Quando as larvas do mosquito são encontradas nos ralos, os agentes orientam o uso de produtos como cloro, água sanitária ou sal grosso e recomendam a escovação das paredes do ralo, a fim de evitar o surgimento de larvas.


Caso o responsável de uma residência não cumpra as recomendações dos agentes depois de sete dias, é feita uma intimação. Em caso de descumprimento, é elaborado um auto de infração, cujo valor pode variar de R$ 500,00 a R$ 3 mil. Além de vistoriar ralos e plantas, os agentes atentam também aos locais preferidos pelo Aedes: espaços com umidade, calor e com pouca iluminação como o subsolo dos edifícios, onde os mosquitos costumam se concentrar.


Os mutirões de combate ao mosquito são feitos semanalmente nos bairros de Santos. Neste período, estão sendo priorizados os da Orla para atender a população flutuante, que busca o Município nos meses de verão. O morador ou o síndico recebe a notificação da visita cinco dias antes da ação a ser realizada no bairro.


A Ponta da Praia será o próximo bairro a receber esta ação, marcada para a próxima quarta-feira (10).


Logo A Tribuna