CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
Moradores relatam escuridão, alagamentos e medo em bairro de São Vicente
Antigo Quarentenário, Jardim Irmã Dolores tem problemas estruturais que afetam cotidiano dos moradores
Por: Carolina Faccioli  -  15/05/21  -  19:42
Falta de calçadas e escassez de postes de energia elétrica na Avenida Quarentenário é outro problema   Foto: Quarentenário Mil Grau/Divulgação

A falta de calçadas e postes de energia elétrica na Avenida Quarentenário, no Jardim Irmã Dolores, em São Vicente, tem gerado insegurança a quem passa pelo local. Moradores dizem que o problema persiste desde setembro e dá margem a assaltos e acidentes.


As melhorias solicitadasfazem parte das obras deduplicação da avenida, queainda não terminou, segundo o consultor de veículosDiego Vieira Ricardo, de 28anos.


Ele explica que do ladodireito da pista, onde estãoos pontos de ônibus, não foifeita calçada. “Houve a morte de uma senhora no mêspassado. Ela se envolveuem um acidente porquenão tinha calçada”, diz.


Outro problema é a iluminação deficiente, que contribui para acidentes e deixa a vizinhança insegura.“Estão acontecendo muitosacidentes e furtos nos pontos de ônibus pela falta deiluminação. As pessoas estão saindo para trabalhar ànoite e estão sendo roubadas”, diz Ricardo.


O comerciante Ozeas Tomé Santos, de 26 anos, também mora no bairro e também confirma as situações.Ele conta que, na pista antiga, há postes de luz, mas aslâmpadas estão fracas. Dooutro lado da pista, a comunidade ainda aguarda a instalação dos postes.


Santos também contaque os problemas não seconcentram na avenida.Outro incômodo recorrente, segundo ele, são as enchentes causadas pela chuva, que atrapalham, até, asvendas.


“A gente se sente prejudicado porque, em pleno século 21, está vivendo uma situação dessa, ainda mais nós, trabalhadores. Nós estamos desamparados”, queixa-se.


O comerciante declara que os alagamentos são constantes. Ele diz que uma obra na Rua Magdalena Valentino, onde mora, tem agravado o escoamento da água, o que ocorre também em outras vias.


Explicações


A Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, informa que um trabalho de zeladoria tem sido executado em diversos bairros desde o início do ano.


Os serviços incluem roçagem, limpeza, raspação, tapa-buracos, desobstrução de galerias, pintura, retirada de entulho e de lixo e pavimentação de ruas.


No antigo Quarentenário (hoje, Jardim Irmã Dolores), as Ruas Sete, Nove, Onze, Goiás e Vitória, estão na fase de drenagem e escoamento de lama. A previsão é que o recapeamento das ruas comece em até três meses.


A Rua Magdalena Valentino passa por zeladoria e obras para a recuperação das calçadas. A Prefeitura destaca que o bairro cresceu de forma desordenada e os problemas serão corrigidos aos poucos. Também se estudam melhorias ao longo da Avenida Quarentenário, conforme a Administração.