EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

17 de Agosto de 2019

Com risco de nova greve, ministro da Infraestrutura irá se reunir com caminhoneiros

Categoria protesta contra nova tabela dos pisos mínimos do frete rodoviário publicada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, irá se reunir com os caminhoneiros nesta semana. A decisão vem na esteira de uma nova possibilidade de paralisação da categoria, que não concordou com nova tabela dos pisos mínimos do frete rodoviário, publicada na última quinta-feira (18), pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

A nova versão, divulgada pela ANTT, foi elaborada com base em um estudo da área de logística da Escola de Agronomia da Universidade de São Paulo (USP). O objetivo foi adequar os preços aos diferentes tipos de carga, rotas e veículos e entrou em vigor no último sábado (20).

De acordo com os caminhoneiros, os novos preços são inviáveis. Eles cobram um posicionamento do governo. O ministro já afirmou que manterá um diálogo. Segundo representantes da categoria, o novo cálculo não leva em conta o lucro dos caminhoneiros na hora de fixar os valores do frete, mas apenas os custos da viagem.

Apesar do posicionamento inicial de diálogo com o Governo Federal, alguns caminhoneiros já se mobilizam, via internet, para organizaar uma nova paralisação. 

*Com informações do jornal O Globo