Xuxinha do Ceará é preso em Santos após postar foto na praia do Embaré

Procurado pela Justiça, o rapaz é acusado de homicídio e tentativa de homicídio em Juazeiro do Norte. Ele teve a preventiva decretada pela Justiça daquela cidade

Acusado de homicídio e tentativa de homicídio no município cearense de Juazeiro do Norte, um jovem apelidado por Xuxinha teve a prisão preventiva decretada e fugiu daquela cidade. Porém, após postar nas redes sociais fotos nas quais aparece na Praia do Embaré e em um salão de cabeleireiro no Estuário, ele foi localizado e preso por policiais da 1ª Delegacia de Investigações Criminais de Santos.

Assine A Tribuna agora mesmo por R$ 1,90 e ganhe Globoplay grátis e dezenas de descontos!

O crime atribuído a Xuxinha aconteceu no último dia 12 de agosto. Ele e um comparsa pretendiam eliminar a tiros Mateus Inácio da Silva, de 18 anos, mas os disparos atingiram a mãe dele, Francisca Etelvina da Silva, de 57, que não resistiu.O crime foi cometido em frente à casa das vítimas, sendo a autoria logo apurada, apesar de os autores fugirem em um moto pilotada pelo rapaz preso em Santos.

Fotos postadas por Xuxinha ajudaram na localização do foragido (Reprodução/Redes Sociais)

Mateus não soube informar ao delegado Helder Cassiel de Brito Lima, da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, o que motivou o crime, garantindo não possuir “bronca” com os autores. Ainda conforme a vítima, na mesma data do homicídio, os acusados passaram em frente à sua casa e disseram que a matariam. A ameaça foi colocada em prática quando Mateus abriu a porta da moradia para a sua mãe entrar.

No dia 3 de setembro, a pedido da Polícia Civil, o juiz Antonio Vandemberg Francelino Freitas, da 1ª Vara Criminal de Juazeiro do Norte, decretou as preventivas dos acusados. A captura de Isleno Garcias Lima da Silva, o Xuxinha, de 18 anos, ocorreu na terça-feira (22) à tarde na Avenida Senador Dantas, no Macuco. Ele estava no salão onde trabalhava como cabeleireiro.

Xuxinha fugiu para Santos por possuir parente na Cidade. Sobre o crime do Ceará, alegou que fora jurado de morte pela vítima Mateus, que inclusive tentou esfaqueá-lo. O desentendimento com a vítima teria sido porque ela ficou “cismada” sem motivo, ainda conforme o acusado. Por fim, Xuxinha disse que chamou o comparsa e ambos foram até a casa do alvo. O capturado disse que os tiros foram efetuados pelo parceiro.

Tudo sobre: