Tentativa de assalto deixa subtenente da Aeronáutica e esposa feridos em Guarujá

Crime aconteceu na terça-feira (25), quando o casal chegava de carro em sua casa, no Parque Enseada, em Guarujá

Por: Eduardo Velozo Fuccia & Da Redação &  -  26/12/18  -  09:32
Caso foi apresentado na Delegacia Sede de Guarujá
Caso foi apresentado na Delegacia Sede de Guarujá   Foto: Alexsander Ferraz/ AT

Um subtenente da reserva da Aeronáutica e a sua mulher foram baleados por um ladrão, no início da madrugada desta terça-feira (25), quando chegavam de carro em sua casa, no Parque Enseada, em Guarujá.


“Estava aguardando o portão eletrônico da garagem levantar quando o bandido se aproximou do lado da minha esposa, que estava com o vidro aberto. Ele disse ‘perdeu’, viu que eu estava armado e começou a atirar”, disse o subtenente, de 57 anos.


Um disparo atingiu o nariz da mulher do militar da reserva, fraturando o osso e saindo pela face. Com 52 anos de idade, ela está internada no Hospital Santo Amaro e será submetida a cirurgia, segundo informou o seu marido. Armado com uma pistola calibre 380, o subtenente revidou os disparos e o assaltante fugiu sem consumar o roubo. O ladrão abandonou a sua bicicleta e o militar não sabe informar se conseguiu atingi-lo.


Subtenente teve braço baleado durante crime, na terça-feira (25)
Subtenente teve braço baleado durante crime, na terça-feira (25)   Foto: Reprodução

Em outra bicicleta, dando cobertura ao marginal armado, estava um casal, que também abandonou o veículo e escapou correndo. Os três ladrões fugiram em direção a uma favela distante a cerca de três quarteirões da residência do subtenente.


Sem perceber


Ao constatar que a mulher estava ferida a tiro, o militar dirigiu o seu automóvel até o Santo Amaro. Apenas no hospital é que ele percebeu que também havia sido baleado.Uma bala atravessou o braço direito do militar das Forças Armadas, enquanto outra acertou de raspão as suas costas. Ele foi medicado, recebeu alta e passa bem.


O delegado Caio Azevedo de Menezes registrou a tentativa de latrocínio. As bicicletas dos marginais foram apreendidas e levadas à Delegacia de Guarujá.


Logo A Tribuna