Suspeito pula muro e furta escola na Zona Noroeste de Santos

Homem foi flagrado por testemunhas após ter invadido a unidade. Segundo a Diretoria Regional de Ensino, ele furtou três refletores

Um suspeito foi flagrado invadindo uma escola estadual, em Santos, para furtar objetos. Testemunhas afirmaram que o furto ocorreu na última quarta-feira e a Polícia Civil trabalha para indentificar o suspeito.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

O suspeito invadiu a Escola Estadual Professor Fernando de Azevedo, no Jardim Castelo, na Zona Noroeste da cidade. Segundo testemunhas, o suspeito invadiu a unidade após pular o muro. Pouco tempo depois, ele foi visto carregando objetos e fugiu.

Segundo informou a Diretoria Regional de Ensino de Santos, o suspeito levou três refletores da unidade. A Diretoria afirmou que os objetos furtados foram repostos.

Funcionários da unidade, ao chegarem na escola, percebeu que o local tinha sido invadido e chamaram a polícia. Uma ocorrência foi registrada no 5º Distrito Policial de Santos, responsável pela área.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que policiais do 5º DP manteve contato com representantes da unidade, para orientar o registro dos fatos e iniciou as diligências para esclarecimentos sobre o furto.

A Diretoria Regional lamentou o ocorrido e informou que a direção fez um boletim de ocorrência e inseriu o caso no Placon, sistema do Programa Conviva.

Além da escola possuir parceria com a Ronda Escolar, o Gabinete Integrado de Segurança e Proteção Escolar (Gispec), que conta com servidores da Educação e da Polícia Militar, contribui para o planejamento das estratégias de segurança em toda a rede. Todas as medidas para reparo e reposição dos materiais furtados já foram tomadas.  

No ano passado, a unidade recebeu mais de R$ 150 mil do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE Paulista), recursos usados em manutenções e reparos. Para este ano, a escola deverá receber mais R$190 mil.

Tudo sobre: