EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

22 de Novembro de 2019

Suposto integrante do PCC é preso com arma e munições em Vicente de Carvalho

Policiais da Dise apreenderam uma pistola Imbel calibre .40, 165 munições, caderno com anotações sobre supostos negócios relacionados a drogas e balança

Policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) apreenderam na manhã desa terça-feira (15), em uma casa apontada como lugar de reuniões de integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC), uma pistola Imbel calibre .40, 165 munições, caderno com anotações sobre supostos negócios relacionados a drogas e balança.

O suspeito, apelidado por Pipoca, de 31 anos, reside no imóvel, localizado na Rua Paraná, no Pae Cará. Ele negou ser o dono do material apreendido e qualquer vínculo com o PCC. Com exceção da balança, que disse ser da sua mãe e destinada a pesar “carne”, o homem alegou que a pistola, as munições e o caderno estavam dentro de uma sacola encontrada “nos trilhos”, nas imediações de sua casa.

A versão não convenceu o delegado Leonardo José F. Piccirillo. Ele autuou Pipoca em flagrante pelos delitos de integrar organização criminosa e posse ilegal de arma de fogo e munições. No caderno apreendido, uma anotação chama a atenção por mencionar “Destino: Antuerp” (sic). O porto belga de Antuérpia é um dos principais destinos da cocaína despachada de Santos em navios.

A prisão de Pipoca foi precedida de investigações. Durante alguns dias, os policiais da Dise se revezaram para observar a movimentação de desconhecidos na casa dele. Depois, para revistar a moradia do acusado em busca de materiais ilícitos, foi requerido mandado de busca e apreensão, expedido pela 1ª Vara Criminal de Guarujá.

Tudo sobre: