Receita Federal localiza mais de 300 kg de cocaína escondidos em contêiner no Porto

353 quilos da droga estavam dentro de tambores de suco de limão concentrado. Polícia Federal realizou a apreensão e seguirá com as investigações

Por: Eduardo Velozo Fuccia & De A Tribuna On-line &  -  11/04/19  -  00:20
Tabletes de cocaína estavam em tambores localizados dentro de contêiner
Tabletes de cocaína estavam em tambores localizados dentro de contêiner   Foto: Receita Federal

Dois dias após a Alfândega e a Polícia Federal apreenderem mais de uma tonelada e meia de cocaína no Porto de Santos, mais 353 kg da droga prontos para serem despachados de navio para o exterior foram interceptados, na tarde desta quarta-feira (10).


Durante fiscalização em contêineres com o uso de escâner e cães farejadores, equipes da Alfândega localizaram o entorpecente em três tambores utilizados para acondicionar uma carga de suco de limão concentrado.


O destino era o porto holandês de Roterdã. Por enquanto, ninguém foi preso. Suspeita-se que a cocaína foi introduzida no meio da carga lícita sem a ciência de exportadores e importadores.


Polícia Federal em Santos apreendeu a droga e prosseguirá com as investigações
Polícia Federal em Santos apreendeu a droga e prosseguirá com as investigações   Foto: Receita Federal

Outras apreensões


Na segunda-feira (8), agentes da Alfândega acharam 1.165 kg de cocaína em dois contêineres carregados com madeira e piso cerâmico. As caixas metálicas estavam a bordo do navio Grande San Paolo e seriam levadas para o Porto de Antuérpia, na Bélgica.


Em prosseguimento às investigações, ainda na segunda-feira, policiais federais prenderam em flagrante um caminhoneiro. Ele tentava embarcar mais 349 kg de cocaína no Grande San Paolo.


Logo A Tribuna