Quadrilha que vendia iPhone 11 'de graça' em Santos é presa após aplicar vários golpes

Três pessoas foram detidas em flagrante e um menor entregue ao Conselho Tutelar

A denúncia de uma vítima resultou na prisão de uma quadrilha, com ramificações em vários estados, que aplicava golpes de venda de celular bloqueado pela internet. Três pessoas foram detidas e um menor apreendido na noite desta segunda-feira (31), no bairro José Menino, em Santos, no litoral de São Paulo.

A prisão do bando foi realizada por equipes da Ronda Ostensiva com Apoio Motocicletas (Rocam), da Polícia Militar. Segundo a corporação, durante policiamento de rotina no bairro santista, uma vítima abordou os agentes informando ter caído num golpe e perdido R$ 3 mil.  

O denunciante havia feito negociação em um site para a compra de um Iphone 11. O aparelho era usado como “chamariz” para que o bando aplicasse golpes, já que tinha valor bem abaixo do praticado no mercado.

Ainda segundo a PM, o grupo anunciava o aparelho celular abaixo do valor normal de venda e, assim, atraiam compradores. O pagamento era feito em dinheiro em local combinado previamente. Nessa ocasião, o bando apresentava um aparelho funcional ao comprador. Após receber o valor do anúncio, os criminosos faziam a troca por um modelo idêntico, mas com as funções bloqueadas. 

Aos policias, a vítima indicou o local no qual o grupo fazia a entrega dos produtos negociados pela internet. Eles estavam em um Gol branco estacionado na Rua Santa Catarina. No local informado, os policiais encontraram quatro pessoas, sendo dois homens e duas mulheres. Em busca pessoal foi encontrado no bolso de um dos homens a quantia de R$ 1.350,00. 

O grupo confessou o crime e informou que o restante do dinheiro da vítima estava com uma das mulheres, que entregou aos policiais o montante e o celular que era usado em anúncios para atrair compradores.  

Os suspeitos informaram ainda ter alugado um quarto de um hotel nas imediações para guardar o produto da prática criminosa. Na unidade, os policiais encontraram uma sacola plástica, com diversas capas, películas e dois celulares. Além dos objetos, foram apreendidos R$ 6.327,00.

A vítima foi ouvida pela autoridade policial de plantão e teve o valor devolvido. Os três integrantes do bando foram detidos e permanecem à disposição da Justiça. O menor foi encaminhado ao Conselho Tutelar.

Tudo sobre: