EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

6 de Agosto de 2020

Praia Grande terá Delegacia Seccional, anuncia delegado geral de polícia

Nova unidade policial abrangerá, também, a cidade de São Vicente

O Departamento de Polícia Judiciária do Interior 6 (Deinter-6) ganhará uma nova delegacia seccional. A unidade terá Praia Grande como sede e abrangerá também a cidade de São Vicente.

O anúncio foi feito na tarde de quarta-feira (15) pelo delegado geral de polícia do estado, Ruy Ferraz Fontes. “A Delegacia Seccional de Praia Grande possibilitará readequar a força policial no município. Ela terá autonomia e propiciará melhor atendimento à população”, informa o chefe da Polícia Civil de São Paulo.

Fontes esteve na quarta-feira em Praia Grande com a minuta do decreto de criação da Delegacia Seccional na cidade. Ele ainda deve ser sancionado pelo governador João Doria (PSDB) e publicado no Diário Oficial do Estado.

Em sua visita ao município, o delegado geral aproveitou para visitar as obras do prédio que abrigará a nova unidade. Ele esteve acompanhado do delegado Manoel Gatto Neto, diretor do Deinter-6, e do prefeito Alberto Mourão (PSDB).

Com a nova reestruturação da Polícia Civil na região, Praia Grande e São Vicente deixarão de integrar a Delegacia Seccional de Santos. As demais seccionais do Deinter-6 são as de Itanhaém, Registro e Jacupiranga. Elas abrangem 24 municípios, de Bertioga a Barra do Turvo, na divisa com o Paraná.

“A Delegacia Seccional de Praia Grande não é tratamento privilegiado que a cidade recebe. Trata-se da compensação de uma defasagem, de justiça que se faz necessária para equacionar o crescimento populacional que o município teve com as demandas de segurança”, diz o prefeito.

De acordo com Mourão, a cidade cresceu muito e precisava de mudança estrutural na Segurança Pública. No caso específico da reformulação da Polícia Civil, declarou que foi uma meta reivindicada por ele durante a campanha do governador Doria.

“Houve uma sinergia entre o governador Doria, o Poder Público municipal e os delegados Ruy Ferraz Fontes e Manoel Gatto quanto à necessidade da Delegacia Seccional de Praia Grande”, conta Mourão.

Delegado geral do estado esteve na cidade para observar a planta da Seccional de Praia Grande (Foto: Marcelo Guedes/Prefeitura de Praia Grande)

Complexo de segurança

A Seccional de Praia Grande funcionará em um prédio na Rua Guimarães Rosa, no Ocian. A previsão é de que a obra, a cargo da prefeitura, esteja concluída em abril.

No mesmo local, funcionarão a 3ª Companhia do 45º BPM/I e um destacamento da Guarda Civil Municipal (GCM). Segundo o prefeito, é vontade do governador que todas as unidades estejam em um “complexo de segurança”.

Outras unidades

Alberto Mourão lembrou que, em março, será inaugurada a nova sede da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). Ela funcionará na Avenida Dr. Roberto de Almeida Vinhas, no Guilhermina.

No mesmo prédio da DDM de Praia Grande, será implantado o Núcleo Especial Criminal (Necrim). O órgão promove a mediação de conflitos de delitos de menor potencial ofensivo.

“Uma briga de vizinhos pode se transformar em homicídio, mas com a conciliação, muitas vezes, isso é evitado. Além disso, desafoga o sistema judiciário”, afirma Gatto.

O Necrim de Praia Grande será o segundo da Baixada Santista. O primeiro funciona em Santos. No estado, já existem 50.

Tudo sobre: