Polícia encontra drogas e máquinas caça-níqueis em bar de Praia Grande; comerciante é preso

O suspeito confessou que traficava entorpecentes no estabelecimento, localizado na Nova Mirim

Por: ATribuna.com.br  -  18/02/22  -  16:38
Três máquinas caça-níqueis foram apreendidas dentro do bar
Três máquinas caça-níqueis foram apreendidas dentro do bar   Foto: Divulgação/Polícia Militar

O dono de um bar no bairro Ocian, em Praia Grande, foi preso por policiais militares na quarta-feira (16), sob a suspeita de traficar drogas no local, que também contava com máquinas de caça-níqueis - proibidas por serem consideradas jogos de azar.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Equipes da PM estavam em patrulhamento pelo bairro quando foram acionadas por um popular. O homem denunciou aos policiais que um indivíduo, tatuado nas costas, manuseava uma pistola em um bar, na Avenida Ananias Batista de Menezes.


A polícia se deslocou para o local, encontrando o referido indivíduo. Na abordagem, nada de ilícito foi encontrado com ele. Entretanto, depois de ser questionado sobre a denúncia, o suspeito afirmou que tinha uma arma de fogo como presente de um amigo. Ele relatou que estava fazendo manutenção minutos antes de ser abordado.


Ele indicou aos policiais onde havia guardado a arma, próximo a uma porta do estabelecimento. A PM informou que não foi possível identificar a arma, calibre ou a numeração. Ela não tinha munições.


Durante revista dentro do bar, a polícia encontrou três máquinas caça-níqueis, 51 pinos para cocaína, uma balança de precisão e a quantia de R$ 65. Ao ser questionado, o suspeito afirmou que realizava o tráfico no comércio.


PM encontrou uma arma, drogas, dinheiro e cartões bancários dentro do estabelecimento
PM encontrou uma arma, drogas, dinheiro e cartões bancários dentro do estabelecimento   Foto: Divulgação/Polícia Militar

Mulher envolvida

Dentro do bar, estava uma mulher que se identificou como companheira do suspeito. Em depoimento, ela afirmou que ajudava o homem em todas as atividades do bar.


A PM revistou a mulher e encontrou dois cartões bancários em nome de outras pessoas. Ela afirmou que praticava golpes com eles e que lucrava 15% dos valores obtidos.


Os materiais ilícitos foram recolhidos e apreendidos à Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Praia Grande. O delegado de plantão elaborou o boletim de ocorrência e autuou os dois suspeitos em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e jogo de azar.


Logo A Tribuna
Newsletter