Polícia desmantela esquema de tráfico internacional de drogas em Guarujá

Policiais civis capturaram três estrangeiros e apreenderam 2,3 quilos de cocaína, na última sexta-feira

Por: Eduardo Velozo Fuccia & De A Tribuna On-line &  -  02/02/19  -  14:00
Atualizado em 02/02/19 - 14:03
  Foto: Divulgação/PC

Um esquema de tráfico internacional de drogas foi desmantelado por policiais da Delegacia de Guarujá, que capturaram três estrangeiros e apreenderam 2,3 quilos de cocaína, na sexta-feira de manhã. Um dos acusados é o português Marco João Soares Baião, de 33 anos. Ele foi recrutado pelos angolanos Tanto João, de 47, e Manuel Bruno, de 45, para transportar a droga de avião à Europa.


Um casal que levou a cocaína a um condomínio de casas onde os estrangeiros se encontravam, na Rua Flávio Humberto Ribizi, no Parque Enseada, conseguiu fugir, mas os investigadores já têm pistas dele. Sob o comando do delegado Marco Antonio do Couto Perez e do investigador Eloy Flórido, os policiais Antonio da Luz, Roberto Lima, Raphael Jacovani e Alan Rissi foram revistar o imóvel com o respaldo de mandado de busca e apreensão.


No momento em que os investigadores chegavam ao condomínio, eles foram percebidos por um homem e uma mulher, que ocupavam uma Saveiro Cross preta. O motorista da caminhonete portava uma pistola na mão esquerda e segurava o volante com a outra. Sem obedecer a ordem para se entregar, o motorista acelerou e derrubou o portão do condomínio.


Veículo foi encontrado abandonado na garagem de um edifício na Enseada
Veículo foi encontrado abandonado na garagem de um edifício na Enseada   Foto: Divulgação/PC

Os policiais atiraram na direção dos pneus da Saveiro, mas não evitaram que o casal conseguisse fugir. Posteriormente, o veículo foi encontrado abandonado na garagem de um edifício da Rua Acre, na Enseada. Na casa relacionada ao mandado judicial, os investigadores foram atendidos pelo português Marco Baião. No imóvel também se encontravam os angolanos Tanto João, que usava luvas de látex, e Manuel Bruno. Os africanos estavam com braços sujos com pó branco.


Segundo os policiais, os angolanos preparavam a cocaína. A droga seria presa ao corpo do português para que ele a levasse a Portugal. Marco Baião disse que chegou ao Brasil no último dia 21 e retornaria ao seu país na sexta-feira.


O embarque estava previsto para as 18h30, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. O português ganharia a quantia de 3 mil euros para cada quilo de cocaína transportado, conforme informaram os investigadores.


2,3 quilos de cocaína, passaportes e um cartão do Bolsa Família foram apreendidos com os estrangeiros
2,3 quilos de cocaína, passaportes e um cartão do Bolsa Família foram apreendidos com os estrangeiros   Foto: Divulgação/PC

Os estrangeiros foram conduzidos à Delegacia de Guarujá e autuados em flagrante por tráfico e associação para o tráfico. Eles disseram que a cocaína foi deixada na casa pelo casal que fugiu com a Saveiro. Pesquisa de antecedentes revelou que Tanto João tem contra si mandado de prisão por inadimplência de pensão alimentícia expedido pela 2ª Vara de Família e Sucessões de Itaquera, em São Paulo.


Além dos 2,3 quilos de cocaína, materiais relacionados ao tráfico, passaportes e outros objetos, ainda foi apreendido no imóvel um cartão do Bolsa Família, programa do Governo Federal do qual Manuel Bruno é beneficiário.


Logo A Tribuna