Polícia prende 2º suspeito de participar da morte de esposa de ex-candidato a governador em Guarujá

Segundo consta no boletim de ocorrência, ao menos três assaltantes participaram da morte de Virginia Ferraz na tarde de segunda-feira (3)

Um homem suspeito de participar do assalto que resultou na morte de Virginia Ferraz, esposa do ex-candidato ao Governo de São Paulo Professor Claudio, na tarde de segunda-feira (3), em Guarujá, foi levado para a Delegacia Sede da cidade. Ele teve a prisão temporária decretada.

Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito foi localizado na Praia da Enseada por agentes das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam). Ele foi levado pela Polícia Militar para a delegacia, passou por interrogatório e por reconhecimento.

Após os procedimentos, a polícia pediu a prisão temporária do rapaz, que foi aceita pela Justiça. Ele seguirá detido por 30 dias, com a opção de a prisão ser renovada, uma vez que latrocínio, o roubo seguido de morte, se encaixa como crime hediondo.

A polícia ainda segue trabalhando para localizar um terceiro suspeito - um primeiro já havia sido detido - de participar do assalto, e busca por imagens de câmeras de monitoramento que possam auxiliar na identificação dele.

Crime

Virginia foi morta em frente ao seu comércio, na Avenida Miguel Alonso Gonzales, durante um assalto. Segundo familiares, a comerciante havia acabado de retornar de uma agência bancária e voltava para seu estabelecimento, quando foi abordada.

Ao tentar pegar a bolsa e o dinheiro de Virginia, um dos assaltantes disparou duas vezes contra a comerciante. Uma viatura da Polícia Militar chegou rapidamente ao local, fez o atendimento à vítima e conseguiu deter um dos suspeitos.

Virginia deu entrada às 18h10 no Hospital Santo Amaro em estado grave, com ferimentos na região abdominal. Ela foi submetida a uma cirurgia de emergência, mas morreu durante o procedimento, após sofrer três paradas cardiorrespiratórias. O suspeito detido foi levado por policiais militares à Delegacia Sede de Guarujá, onde a ocorrência foi registrada.

Virginia era casada com Claudio Fernando de Aguiar, o Professor Claudio Fernando, que já atuou em cargos como secretário de Portos e Aeroportos em Santos e secretário de Desenvolvimento Econômico de Guarujá. Em 2018, foi candidato pelo PMN ao Governo de São Paulo, quando teve 28.666 votos (0,14% dos válidos).

Caso segue sendo investigado pela Polícia Civil de Guarujá (Foto: Reprodução)
Tudo sobre: