EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

6 de Agosto de 2020

Polícia Civil prende três suspeitos de tráfico de drogas em Ilha Comprida

Dois homens, um de 21 e o outro de 36 anos, e uma mulher de 57 anos foram identificados como responsáveis pela prática no bairro Balneário Marusca

Policiais da Delegacia de Polícia de Ilha Comprida prenderam em flagrante, nesta quinta-feira (30), dois homens, um de 21 e o outro de 36 anos, e uma mulher de 57 anos por tráfico de drogas e associação para o tráfico no bairro Balneário Marusca.

A Polícia Civil investigava sobre a venda de drogas na região, quando identificou um homem que seria o responsável pela distribuição das substâncias entorpecentes no local. Assim, foi requerido ao Poder Judiciário a expedição de mandado de prisão e de busca domiciliar, que foi deferido.

Os policiais, então, se dirigiram até a residência, identificada como depósito de drogas. No local, encontrava-se uma mulher, companheira do investigado, também identificada como atuante no crime, além de outros dois homens.

Após procederem a busca, os policiais encontraram diversos tipos de drogas e utensílios para prática do tráfico, como mais de mil unidades de microtubos, diversas embalagens de papéis de seda, rolos de filme plástico, balanças de precisão, facas, aparelho de telefone celular, valores em dinheiro, entre outros.

Também foram encontradas peneiras, pratos e tigelas de cocaína no imóvel. As drogas estavam espalhadas por toda a casa, inclusive no quintal, algumas embaladas e outras soltas pelo chão. Os investigadores também encontraram substâncias entorpecentes em um matagal no fundo da residência.

Foram apreendidos 701,47 gramas de maconha, 477 pedras de crack e, aproximadamente, 1 kg de cocaína, acondicionados em 1089 'eppendorfs'. Substâncias de origem desconhecida foram apreendidas e enviadas ao Instituto de Criminalística para análise.

Foi dada voz de prisão em flagrante aos dois homens e à mulher, que foram recolhidos e encaminhados ao cárcere. De acordo com a Polícia Civil, as investigações seguem com o objetivo de prender o outro responsável pela prática do crime, que está foragido.

Tudo sobre: