EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

15 de Julho de 2020

Polícia Civil prende homem suspeito de vender anabolizantes em Santos

Homem foi detido por comercializar no mercado negro substâncias de venda proibida no país

Um homem suspeito de comercializar no mercado negro anabolizantes de venda proibida no país foi preso em flagrante em Santos. Em sua casa, revistada com ordem judicial, policiais do 7º DP apreenderam vários produtos irregulares. O delegado Jorge Álvaro Gonçalves Cruz autuou o rapaz, de 35 anos, pelo crime contra a saúde pública previsto no Artigo 273 do Código Penal. A pena é de 10 a 15 anos de reclusão.

Em fevereiro do ano passado, um homem foi preso com duas caixas de anabolizantes e alegou que eles eram para o seu próprio consumo. No celular dele, havia mensagens de WhatsApp sobre a negociação do produto. As investigações tiveram continuidade e foi apurado que a venda foi feita pelo homem preso agora. Este suspeito teve três endereços descobertos e a 1ª Vara Criminal de Santos deferiu pedido da Polícia Civil para revistá-los.

De posse dos mandados de busca e apreensão, os investigadores Marcelo Mendes, Anderson Duclos e Ricardo Cáceres estiveram nos três endereços na quarta-feira. Em um deles, localizado na Vila Progresso, no Morro da Nova Cintra, foram achados dois frascos e 31 ampolas de anabolizantes, dezenas de seringas e uma caixa de agulhas hipodérmicas. Também foi apreendido o celular usado na negociação feita com o homem detido em 2019.

Os anabolizantes apreendidos são importados e não possuem autorização ou registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Nos arquivos do telefone celular do suspeito, há listas dos produtos com os respectivos preços. Demais mensagens do WhatsApp são verificadas para se apurar a extensão do comércio irregular e identificar outros eventuais envolvidos.

Tudo sobre: