Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

PM Ambiental resgata aves silvestres mantidas em cativeiro em Praia Grande

Foram apreendidos 15 pássaros de diferentes espécies. Responsável pelo imóvel foi multado em R$ 15 mil

Por: Por ATribuna.com.br  -  28/02/21  -  22:40
Proprietários dos animais não possuíam  documentação de autorização
Proprietários dos animais não possuíam documentação de autorização   Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

Após denúncias sobre um cativeiro irregular, a Polícia Militar Ambiental apreendeu 15 pássaros silvestres neste sábado (27), em Praia Grande. Os proprietários dos animais receberam multa de R$ 15 mil e tiveram as aves e gaiolas apreendidas.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Ao comparecer na residência alvo de denúncias, os policias foram recepcionados por uma mulher que afirmou que o marido cria pássaros. Porém, quando questionada se havia autorização para as aves, ela disse que não tinha conhecimento da documentação.


No entanto, a mulher autorizou a entrada da equipe policial, que localizou 15 gaiolas com 15 aves silvestres no local. Desta forma, a dona da residência entrou em contato com o marido, que foi até a casa e relatou que não tinhanenhuma documentação sobre autorização das aves.


Pássaros


Durante a vistoria, foram encontrados: um pássaro coleirinho baiano (Sporophila Caerulescens; umbico de lata (Estrilda Astrid); trêstiziu (Volantinia Jacarina); cincotrinca ferro (Saltator Similis) e cinco coleirinho papa capim (Sporophila Nigricollis).


Além disso, a equipe policial verificou que um trinca ferro e um coleirinho baiano possuíam anilha. Porém, não foi possível identificar os dados que continham no objeto. Quando questionado sobre o fato, o proprietário dos animais afirmou que comprou as aves em uma feira.


Logo A Tribuna