CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
PM Ambiental encontra cativeiro de pássaros no litoral de SP e multa responsável em quase R$4 mil
Caso ocorreu no bairro Gaivota, em Itanhaém
Por: ATribuna.com.br  -  23/04/21  -  15:11
Animais estavam em bom estado de saúde, com água, comida, abrigo e sem sinais de maus tratos.   Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

Após uma denúncia de aves silvestres em cativeiro, a Polícia Militar Ambiental chegou a uma residência com cinco pássaros sem autorização no bairro Gaivota, em Itanhaém. O responsável, portanto, recebeu multas que chegam ao valor de R$3.900 mil nesta terça-feira (20).


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Ao chegar no local denunciado, a equipe policial visualizou gaiolas no quintal e, após contato com o proprietário, entrou no imóvel. Desta forma, foram constatadas três gaiolas com três aves nativas: um coleirinho papa-capim e dois canários-da-terra. Além disso, também havia uma gaivota com dois psitacídeos da espécie agapornis fischer, que precisam de autorização para serem criados.


Quando questionado sobre a autorização para criação das aves silvestres, o responsável informou que não tinha e desconhecia a necessidade do documento. Porém, os animais estavam em bom estado de saúde, com água, comida, abrigo e sem sinais de maus tratos.


Diante da situação, a PM Ambiental realizou em desfavor do responsável o auto de infração por ter em cativeiro animais da fauna silvestre e multa no valor de R$ 1.500 mil. Além disso, também foi confeccionado um auto de infração ambiental por introduzir animal exótico sem licença expedida pela autoridade ambiental competente. Desta vez, a medida administrativa foi uma multa no valor de R$ 2.400 mil.


Apesar da ordem de apreensão, a equipe policial realizou contato com os centros acolhedores de animais silvestres, mas não conseguiu vaga para destinação dos pássaros. Desta forma, as aves permaneceram sob os cuidados do proprietário, que foi orientado sobre as obrigações com os animais.