PM Ambiental apreende aves silvestres mantidas em cativeiro no Litoral de SP

Corporação aplicou duas multas a moradores em ocorrências registradas em Praia Grande e Peruíbe

A Polícia Militar Ambiental autuou dois moradores, em Praia Grande e em Peruíbe, por manter animais silvestres em cativeiro. Ambos levaram multa e as duas aves foram apreendidas pelas autoridades.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Durante patrulhamento pela Rua Nicola Bozella, no bairro Sítio do Campo, em Praia Grande, equipes da PM Ambiental abordaram um homem que carregava uma gaiola com um pássaro silvestre, identificado como sendo um Azulão.

Ao ser questionado a respeito de autorizações ou licenças para o cativeiro da ave, o homem afirmou que não possuía as referidas autorizações.

Foi aplicado um auto de Infração Ambiental (AIA) no valor de R$ 1 mil e apreensão da ave silvestre.

Peruíbe

Papagaio foi flagrado por equipes da PM Ambiental, em Peruíbe (Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental)

Policiais ambientais também apreenderam uma ave silvestre mantida em cativeiro no Jardim Veneza, em Peruíbe. Equipes foram averiguar uma denúncia de corte de árvore.

Em contato com uma moradora, na Rua Sócretes Ananiades, os policiais verificaram no interior do quintal uma gaiola com papagaio. A munícipe afirmou que não possuía autorizações ou licenças para a posse da ave silvestre.

Foi elaborado um auto de Infração Ambiental (AIA) no valor de R$ 500 e apreensão da ave.

Tudo sobre: