Operação da Polícia Federal em Santos investiga contrabando de migrantes ilegais

Mandados de prisão temporária e busca e apreensão são cumpridos em quatro municípios nesta quinta-feira

Por: ATribuna.com.br  -  02/12/21  -  08:42
Atualizado em 02/12/21 - 15:36
A ação dos oficiais investiga o contrabando de migrantes de Bangladesh
A ação dos oficiais investiga o contrabando de migrantes de Bangladesh   Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (2) a Operação Laços de Sangue. Ao todo 13 mandados de prisão temporária e 21 de busca e apreensão relacionados aos crimes de associação criminosa e promoção de migração ilegal estão sendo cumpridos nas cidades de São Paulo, Santos, Salto (SP) e Uberlândia (MG).


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


A ação dos oficiais investiga o contrabando de migrantes de Bangladesh para os Estados Unidos, com passagem pelo Brasil. Um instituição humanitária fraudulenta estava sendo utilizada pelos refugiados.


Esta operação conta com apoio da Coordenação-Geral de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente e Direitos Humanos da Polícia Federal (CGMADH) e da Agência de Investigações de Segurança Interna (Homeland Security Investigations – HSI) da Embaixada dos Estados Unidos.


A cooperação com a agência internacional foi crucial para identificar as vítimas do grupo investigado. Os policiais também localizaram remessas de valores entre Brasil, Estados Unidos e outros países que servem de rotas para o contrabando de migrantes.


De início, os oficiais investigam os responsáveis pela solicitação do refúgio antes do ingresso dos migrantes no país, além das pessoas por trás de toda a logística relacionada a locomoção desta pessoas de Bangladesh até o Brasil.


O título da operação se refere ao vínculo entre os migrantes contrabandeados e seus parentes que permanecem no país natal prometendo honrar o pagamento aos contrabandistas.


Logo A Tribuna