EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

28 de Fevereiro de 2020

Operação da Polícia Civil na região resulta na prisão de 244 pessoas

Além disso, foram apreendidos 83 kg de drogas que, se fossem comercializados, os traficantes ganhariam cerca de R$ 900 mil

A Polícia Civil prendeu 244 pessoas e retirou de circulação 83 kg de maconha, cocaína e crack, durante operação realizada na região entre a manhã de quarta (27) e as 11h de quinta-feira (28).

Segundo o delegado Manoel Gatto Neto, diretor do Departamento de Polícia Judiciária do Interior-6 (Deinter-6), se os entorpecentes fossem vendidos a viciados, os traficantes ganhariam cerca de R$ 900 mil.

Além de 42 kg de maconha, 40 de cocaína e 587 gramas de crack, foram apreendidos 87 comprimidos de ecstasy e 16 litros de lança-perfume.

Os policiais ainda recolheram quatro armas de fogo, sendo duas pistolas e duas espingardas, e 11 veículos de origem criminosa.

Entre os presos, 43 foram autuados em flagrante e 201 eram procurados da Justiça. Houve a apreensão de 21 adolescentes infratores e a detenção de 194 acusados de contravenções penais e crimes de menor potencial ofensivo. Estes últimos foram liberados após a elaboração de termos circunstanciados (TCs).

A operação abrangeu os 24 municípios da Baixada Santista e do Vale do Ribeira, entre Bertioga e Barra do Turvo, na divisa com o Paraná. Efetivo de 376 policiais, em 120 viaturas, foi mobilizado.

Destaques

O balanço da operação foi divulgado por Gatto e pelos delegados Rubens Eduardo Barazal Teixeira e Jorge Álvaro Gonçalves Cruz, em entrevista coletiva no Palácio da Polícia, em Santos.

Titular da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) e responsável interino pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG), ambas de Santos, Barazal informou os destaques dessas unidades.

Policiais da DIG prenderam um estivador que traficava na frente do sindicato da categoria, em Santos. Equipe da Dise descobriu laboratório de drogas que funcionava em São Vicente.

Óleo diesel

Óleo diesel furtado em Cubatão (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Jorge Cruz é delegado titular de Cubatão. Ele disse que cinco homens foram presos acusados de furtar e receptar óleo diesel. O combustível era levado de locomotivas da empresa Rumo Logística.

“Os criminosos agiam quando as composições estavam paradas. Eles retiravam os parafusos das tampas de respiros e utilizavam mangueiras e recipientes próprios para furtar o diesel”, contou Cruz.

Os policiais apreenderam uma caminhonete usada para transportar o combustível. Também foi descoberto o galpão onde o óleo diesel era estocado antes de ser negociado no mercado negro.

O delegado de Cubatão também anunciou a detenção de um homem acusado de roubar farmácias no Centro do município. Ele já foi reconhecido em dois casos, mas é suspeito de outros. De acordo com Cruz, o marginal ameaçava as vítimas com uma réplica de pistola, apreendida em sua casa.

Tudo sobre: