EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

24 de Fevereiro de 2020

Neta de 11 anos 'luta' com o avô e fica ferida após ver avó ser baleada em São Vicente

Homem atirou contra mulher após discussão sobre divisão de bens na separação do casal. Criança segurou na arma para tentar ajudar a avó

Uma mulher de 49 anos foi baleada pelo próprio marido durante um encontro para discutir termos da separação do casal em São Vicente, no litoral de São Paulo. Na confusão, uma menina, de 11 anos, também acabou sendo atingida pelos disparos. O suspeito, que não teve a identidade divulgada, se matou poucos minutos depois.

De acordo com informações da polícia apuradas pelo Portal de Notícias G1, o caso ocorreu na residência do casal. Eles estavam em processo de separação, discutindo a divisão sobre bens e valores quando, em determinado momento, o homem se revoltou e exigiu que a mulher fosse para o quarto.

Ao ouvir a recusa da ex-mulher, o suspeito sacou um revólver calibre 38 e disparou contra o ombro da vítima. A criança, neta do casal, ouviu o disparo e foi apartar a briga, lutando contra o avô e segurando no cano do revólver. Tentando se soltar da garota, o suspeito acabou atirando e atingindo a mão da própria neta.

Ainda segundo a polícia, a menina e a mulher, após os disparos, conseguiram sair da casa e trancaram o suspeito na parte de dentro, antes de saírem para buscar ajuda. Alguns minutos depois, um disparo foi feito dentro da casa e, quando a Polícia Militar chegou ao local, o suspeito estava morto com um ferimento na cabeça.

Segundo apurado, avó e neta foram encaminhadas ao Hospital Municipal de São Vicente, o antigo CREI, para cuidar dos ferimentos. A menina recebeu atendimento e acabou sendo liberada rapidamente. Já a mulher passou por uma cirurgia. O estado de saúde dela ainda não foi divulgado.

Tudo sobre: