Mulher que se vestia de homem para roubar é presa em Santos

Segundo informações da polícia, ela foi vista tentando roubar uma bicicleta, no Marapé. Ela foi encaminhada para o 2º DP de Santos

Por: De A Tribuna On-line  -  03/12/18  -  19:39
Um alicate de pressão e um estilete foram encontrados junto com a suspeita
Um alicate de pressão e um estilete foram encontrados junto com a suspeita   Foto: Divulgação/AT

A mulher que se vestiu de homem ao invadir um prédio no bairro Campo Grande, em Santos, foi presa nesta segunda-feira (3). Segundo informações da Polícia Militar, a suspeita foi detida enquanto tentava roubar uma bicicleta dentro de um edificio no bairro Marapé, também em Santos.


Ela foi encaminhada para o 2° DP de Santos. Vítimas que foram furtadas pela mulher também se dirigiram ao Distrito Policial para reconhecimento da suspeita. Segundo a Polícia, seis pessoas estavam na delegacia até o início da tarde desta segunda (3) e seis boletins de ocorrência foram realizados. A Polícia espera que outras vítimas compareçam para reconhecê-la.


Junto com a mulher foram apreendidos pertences utilizados para praticar os roubos. Foram encontrados um alicate de pressão, um estilete, além de dois celulares. Segundo a Polícia, ela cometia furtos de bicicletas e motocicletas nos bairros Marapé e Campo Grande. Outros bens de valor de outros edifícios também haviam sido roubados.


Mulher foi encaminhada para o 2º Distrito Policial de Santos, no Jabaquara
Mulher foi encaminhada para o 2º Distrito Policial de Santos, no Jabaquara   Foto: Reprodução

Suspeita já cometeu outros crimes


Ação de mulher foi flagrada por câmeras de monitoramento de um edifício
Ação de mulher foi flagrada por câmeras de monitoramento de um edifício   Foto: Reprodução/Facebook

A mulher invadiu um prédio na Rua Ministro Xavier de Toledo, no Campo Grande, na madrugada do dia 26 de novembro.A Tribuna On-line obteve imagens de câmeras de monitoramento que flagraram a ação. O vídeo chamou a atenção de moradores pelo fato dela, para não ser identificada, se vestiu como um homem.


Segundo uma ex-moradora desse prédio, no bairro Campo Grande e que preferiu não se identificar, a mulher já invadiu o local por, pelo menos, outras duas vezes.


"Descobrimos que era a mesma pessoa pelo jeito de ela andar. Ela já virou meio que 'cliente' de lá. Só não levou uma bicicleta porque desistiu de pular o portão com ela, devido à altura", explica.



Logo A Tribuna