Mulher acusada de matar marido com chumbinho em Guarujá é condenada a 17 anos de prisão

O julgamento ocorreu nesta quinta-feira (22)

Por: ATribuna.com.br  -  23/09/22  -  15:00
caso ocorreu em 2005, na Rua João Maria Júnior, no bairro Santa Rosa,  em Guarujá.
caso ocorreu em 2005, na Rua João Maria Júnior, no bairro Santa Rosa, em Guarujá.   Foto: Divulgação

Márcia Lígia dos Santos, de 41 anos, foi condenada pelo júri popular a 17 anos de prisão por matar o marido, José Jaime Martinez Garcia, de 49 anos, com veneno de rato, conhecido como chumbinho, e pelo crime de estelionato. O caso ocorreu em 2005, na Rua João Maria Júnior, no bairro Santa Rosa, em Guarujá.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Na ocasião, a acusada cometeu o crime porque queria ficar com o seguro da vítima, o qual era a única beneficiária. De acordo com o processo, a ré teria supostamente tramado junto com outras pessoas, o envenenamento da vítima, visando desfrutar a herança e receber o valores do seguro de vida.


Nos autos consta que a trama foi descoberta meses após sindicâncias da seguradora. Houve fraude na assinatura do seguro e o corpo de José foi exumado, onde foi constatado o envenenamento por chumbinho.


A pena de 17 anos deverá ser cumprida em regime inicial fechado. O julgamento ocorreu nesta quinta-feira (22), no Fórum de Guarujá.


Logo A Tribuna
Newsletter