EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

8 de Agosto de 2020

Mulher é suspeita de tentar matar companheiro a facada em Guarujá

Caso aconteceu na madrugada deste sábado (1º), no Cachoeira. Suspeita segue foragida

O ajudante Zaqueu de Andrade Silva, de 39 anos, foi esfaqueado na barriga na madrugada deste sábado (1), em Guarujá. A principal suspeita do crime é a sua mulher. Procurada por policiais militares na residência do casal, ela não foi encontrada.

Policiais militares disseram que se depararam com Zaqueu caído na Avenida Tancredo Neves, no Cachoeira, por volta de 1h30. O ajudante sangrava bastante, mas populares já haviam acionado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A equipe de resgate levou a vítima ao Hospital Santo Amaro, onde ela permanece internada. De acordo com os PMs, Zaqueu estava embriagado e não conseguiu lhes prestar informações sobre o caso.

Segundo testemunhas que não quiseram se identificar, a autora da facada foi a mulher do ajudante. Essas pessoas não souberam informar o nome da suspeita, mas declararam que o casal reside no bairro, próximo ao local do atentado.

Os PMs descobriram o endereço do ajudante e se dirigiram até lá. A casa estava com a porta aberta e nela não havia ninguém. Sobre a geladeira havia a faca supostamente utilizada no crime, porque estava suja de sangue.

O delegado Caio Azevedo de Menezes, da Delegacia de Guarujá, apreendeu a faca e registrou a tentativa de homicídio. O Setor de Investigação da unidade foi acionado para identificar a mulher do ajudante e localizá-la.

Tudo sobre: