Mulher é esfaqueada pelo irmão por causa de R$ 20 em Guarujá

Segundo a vítima, o valor refere-se ao preço do conserto de um chuveiro quebrado por agressor, que fugiu após o ataque

Uma consultora de 33 anos foi esfaqueada pelo irmão por causa de R$ 20,00, em Guarujá. Segundo a vítima, o valor refere-se ao preço do conserto de um chuveiro quebrado por agressor de 38 anos. O crime ocorreu às 21h45 de sábado (1º), na frente da casa da mulher. O suspeito fugiu.

Esfaqueada uma vez na lateral esquerda das costas e outra no braço direito, ela foi socorrida pelo marido e levada ao Hospital Dom Domênico, em Guarujá. Policiais militares compareceram nesta unidade de saúde no início da madrugada e conversaram com a vítima, que afirmou ter sangrado bastante e levado muitos pontos.

Segundo a consultora, a intenção do irmão era matá-la, mas o marido dela interveio e evitou a consumação do crime. O delegado Maurício Barbosa Júnior registrou o caso como tentativa de homicídio. O motorista fugiu em um carro, cujas características a vítima e a testemunha não souberam informar.

Cobrança indesejada

O agressor reside com a mãe em Guarujá, teria quebrado o chuveiro da casa e não gostou porque a irmã cobrou dele o valor de R$ 20,00 referente ao conserto. Moradora em outro endereço, a vítima afirmou que o irmão é agressivo, usa cocaína há 15 anos e foi até o imóvel dela, no sábado à noite, sendo atendido no portão pelo cunhado.

O marido chamou a mulher, que se dirigiu à frente da casa para conversar com o irmão. Neste momento, de acordo com a vítima, o suspeito sacou uma faca e a atacou. Mais golpes só não foram desferidos porque o marido da consultora conseguiu segurar o cunhado, que fugiu em seguida.

Tudo sobre: