EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

22 de Outubro de 2019

Lutador de MMA que matou zelador é solto em Praia Grande

Givanildo Pires estava preso desde o dia 2 de outubro, quando se apresentou à Delegacia da cidade

O lutador de MMA e capoerista Givanildo Pires, acusado de matar o zelador Francisco de Assis de Oliveira, em setembro, foi solto na noite de terça-feira (8). Ele estava preso desde o dia 2 de outubro, quando se apresentou na delegacia.

Na terça-feira (8), o juiz da 2ª Vara Criminal de Praia Grande expediu o alvará de soltura do lutador. No documento, o juiz alegou ter deixado o acusado responder em liberdade por conta dele ter moradia fixa, ser servidor público na Fundação Casa de Itanhaém, além de ter se apresentado espontaneamente na delegacia.

Givanildo foi preso no mês de setembro quando ele agrediu o zelador após uma discussão por conta do som alto em uma festa, no bairro Sítio do Campo. Antes da agressão, eles ainda chegaram a conversar para acalmar os ânimos.

No entanto, Givanildo partiu para cima de Francisco e desferiu dois socos contra ele. O zelador imediatamente caiu no chão, bateu a cabeça e ficou desacordado. Ele chegou a ser levado para o Hospital Irmã Dulce, onde ficou internado, mas não resistiu aos ferimentos.

Francisco de Assis foi morto após ser agredido por Givanildo no Sítio do Campo (Foto: Montagem/AT)
Tudo sobre: