EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

18 de Setembro de 2019

Homem suspeito de furtar loja da irmã de Jair Bolsonaro é preso no Vale do Ribeira

Crime ocorreu na segunda, e suspeito foi preso por policiais civis na terça-feira

Policiais civis detiveram na manhã de terça-feira (10), em Cajati, um homem suspeito de furtar, mediante arrombamento, a loja de utensílios domésticos da irmã do presidente da República, Jair Bolsonaro.

A loja fica no Centro daquela cidade do Vale do Ribeira e foi furtada na segunda-feira (9). Na residência do ladrão, de 33 anos, no bairro Cachoeirinha, foram recuperados objetos levados da loja.

A comerciante Vânia Rubian Bonturi Bolsonaro reconheceu como sendo seus notebook, celular e uma pequena quantia em dinheiro apreendidos na casa do suspeito.

Roupas e boné que o rapaz usava por ocasião do arrombamento também foram recolhidos pelos investigadores da Delegacia de Cajati, porque são provas da autoria do crime.

De modo informal, o suspeito confessou o arrombamento no comércio da irmã do presidente e foi indiciado em inquérito policial.

Com passagens por crimes contra o patrimônio, o homem agora tem investigada a sua eventual participação em outros delitos no Vale do Ribeira.

Vânia, irmã de Jair Bolsonaro, teve sua loja furtada em Cajati, no Vale do Ribeira (Foto: Divulgação/AT)