Homem se masturba ao lado de jovem de 20 anos em ônibus municipal de Praia Grande

Vítima denunciou crime ao motorista, que comunicou a Guarda Civil Municipal para deter suspeito

Por: Diogo Menezes  -  12/02/24  -  06:24
Depois de receber a denúncia, motorista seguiu até o Terminal Rodoviário para solicitar apoio à vitima
Depois de receber a denúncia, motorista seguiu até o Terminal Rodoviário para solicitar apoio à vitima   Foto: Divulgação/Prefeitura de Praia Grande

Uma jovem de 20 anos foi vítima do crime de importunação sexual dentro de um ônibus coletivo na cidade de Praia Grande, na tarde de quinta-feira (8). Um homem, de 39 anos, foi flagrado se masturbando ao lado da mulher e depois foi denunciado e preso.


O crime ocorreu dentro de um ônibus da Linha 94 do transporte municipal. A vítima entrou no veículo em um ponto entre os bairros Boqueirão e Canto do Forte, e se sentou no único lugar vago dentro do coletivo.


Ao lado da jovem estava um homem que carregava uma bandeja de churros. Porém, durante o trajeto, ela voltou a olhar para o indivíduo e se assustou ao perceber que ele se masturbava, com o pênis exposto, enquanto a encarava.


Imediatamente a jovem se levantou e foi comunicar ao motorista sobre o crime. O condutor orientou que ela atravessasse a catraca para ficar em segurança. Outras duas pessoas atravessaram a catraca no sentido contrário e viram o homem, que já havia colocado a bandeja no assento onde estava a mulher, mas continuava visivelmente excitado, mas com o pênis por dentro da roupa.


A delegada da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Praia Grande, Lyvia Cristina Bonalla, que registrou a ocorrência, elogiou a postura da vítima, do motorista e das testemunhas que estavam no ônibus.


“A moça teve muita presença de espírito, foi muito ágil. Não ficou em estado de choque, se levantou e comunicou ao motorista para que a situação não se agravasse. Tanto a vítima quanto o motorista, e também as testemunhas, agiram de forma perfeita”, afirmou.


Com todos cientes da situação, o motorista anunciou que nenhum passageiro entraria ou deixaria o veículo até a chegada ao Terminal Rodoviário. Todos colaboraram. Chegando ao local, a Guarda Civil Municipal foi acionada e deteve o envolvido.


A vítima, duas testemunhas e o suspeito foram levados para a DDM para prestar esclarecimentos. Contra o homem já havia um registro criminal por roubo, mas que estava suspenso. Após as diligências, o caso foi registrado como flagrante e convertido para prisão preventiva pelo crime de importunação sexual, que pode chegar a 5 anos de detenção.


Conscientização contra o crime

Para a delegada da Delegacia de Defesa da Mulher de Praia Grande, a sociedade tem demonstrado maior atenção contra o crime de importunação sexual. Mas a questão é mais abrangente e ainda demanda de educação e discussões sobre o assunto.


“As campanhas de conscientização e o fortalecimento das leis em defesa da mulher contribuem bastante, dando mais segurança à vítima. Mas infelizmente ainda existe a questão cultural, como o chamado machismo estrutural. A vítima estava vestida com roupas comuns, não eram trajes sensuais. Por isso é necessária uma educação desde cedo para mudar certos pensamentos que possam ser considerados ofensivos para outras pessoas.”


Tecnologia ajuda
Lyvia Bonalla explica que a tecnologia também tem contribuído para evitar casos como esse. “A presença de câmeras de monitoramento dentro dos ônibus municipais ajuda muito a inibir os criminosos. Ela evita que pessoas com más intenções venham a cometer crimes como esse. Prova disso, é o número de ocorrências do tipo, que caíram bastante. Por isso é importante denunciar.”


A delegada Lyvia Bonella ainda recomenda que as vítimas desse tipo de crime denunciem pessoalmente na DDM, ou por meio do boletim eletrônico através do site da Polícia Civil de São Paulo. (para acessar o site, clique aqui)


"Apesar da facilidade de se fazer o registro pela internet, é interessante que a vítima faça a denúncia pessoalmente, por se tratar de um crime considerado grave. Assim, a vítima poderá conversar com calma e revelar detalhes para ajudar nas investigações. Porém, se a denúncia for on-line, o boletim eletrônico é encaminhado para a Delegacia da Mulher On-line e, depois, para a Delegacia da Mulher da região onde a ocorrência foi registrada", explica.


Telefones para denúncia

  • Delegacia de Defesa da Mulher de Praia Grande: (13) 3471-8000
  • Polícia Militar: 190
  • Guarda Civil Municipal: 181

Logo A Tribuna
Newsletter