Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Homem que perseguia ex-companheira é preso em flagrante no Vale do Ribeira

Indivíduo descumpria medida protetiva de urgência por violência doméstica

Por: Por ATribuna.com.br  -  06/02/21  -  09:30
Segundo a Polícia Civil, diligências prosseguem para coibir qualquer tipo de violência doméstica
Segundo a Polícia Civil, diligências prosseguem para coibir qualquer tipo de violência doméstica   Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem de 26 anos foi preso em flagrante após descumprir a medida protetiva de sua ex-companheira nesta quinta-feira (4), em Pariquera-Açu, no Vale do Ribeira. De acordo com a Polícia Civil, a medida de urgência foi expedida em processo criminal de violência doméstica solicitado pela mãe do filho do suspeito, uma mulher também de 26 anos. A prisão foi efetuada pela equipe policial da Delegacia de Polícia de Pariquera-Açu.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Na quarta-feira (3), a vítima afirmou que o indivíduo tinha ido na sua casa e pulado o portão ao não ser atendido. De acordo com o relato, a mulher chamou sua mãe que foi até o local acompanhada de dois funcionários. Apesar disso, o indivíduo fez diversos xingamentos aos presentes e foi embora após muita insistência.


Ainda de acordo com a vítima, o suspeito a perseguia incansavelmente, seguindo seu veículo e indo até a casa da mulher em todos os momentos. Ao encontrá-la, ele a xingava por não aceitar o término do relacionamento, causando medo e transtornos para a vítima e seus familiares e vizinhos. Por isso, a mulher registrou a ocorrência e solicitou a medida protetiva.


Desta forma, a equipe policial realizou diligências nesta quinta-feira (4). Enquanto os policiais ouviam as testemunhas do fato, eles receberam informações de que o suspeito estava indo até a casa da vítima. Neste momento, a equipe foi até o local e o surpreendeu, dando voz de prisão em flagrante por evidente descumprimento da medida de urgência, e consequente ordem judicial.


O homem foi recolhido e encaminhado ao cárcere. De acordo com a Polícia Civil, diligências prosseguem para coibir qualquer tipo de violência doméstica contra a mulher.


Logo A Tribuna