Homem mata ex-namorada e cão da família a facadas por não aceitar fim da relação no Vale do Ribeira

Mãe da vítima também foi ferida; homem fugiu e é procurado pela polícia

Por: ATrbiuna.com.br  -  12/02/24  -  14:28
Atualizado em 12/02/24 - 14:46
Emerson dos Santos Feijó (à esquerda) é o principal suspeito do feminicídio de Sandra de Souza (à direita), sua ex-namorada
Emerson dos Santos Feijó (à esquerda) é o principal suspeito do feminicídio de Sandra de Souza (à direita), sua ex-namorada   Foto: Reprodução/Redes Sociais

A jovem Sandra de Souza, de 18 anos, foi assassinada a facadas na madrugada desta segunda-feira (12), no bairro Pinheiros, em Apiaí, Vale do Ribeira. O principal suspeito, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), é o ex-namorado da jovem, que não teria aceitado o término do relacionamento entre eles. Além de Sandra, sua mãe foi ferida pelo agressor, que também matou o cachorro da família.


Clique aqui para seguir agora o novo canal de A Tribuna no WhatsApp!


Segundo informações da Polícia Militar (PM), o suspeito, identificado como Emerson dos Santos Feijó, teria ido à casa da vítima para tentar reatar o relacionamento. Após a tentativa ser frustrada, ele foi à cozinha da residência da jovem, pegou uma faca e iniciou as agressões.


Ainda segundo a PM, quando a violência começou, a vítima segurava seu filho, de 11 meses, no colo. O bebê não ficou ferido. Sandra foi atingida por facadas na nuca, cervical, braço esquerdo, peito e também na região da pelve.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), a jovem foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros. Em seguida, ela foi levada ao Pronto-Socorro Municipal, onde a morte foi constatada pela equipe médica.


A mãe de Sandra, que tentou intervir nas agressões, foi ferida nas costas, na cervical e no braço direito. Conforme a Polícia Militar, ela também foi levada para o pronto-socorro. O estado de saúde da mulher é estável.


O suspeito, por sua vez, fugiu do local e, até o momento, seu paradeiro é desconhecido. O caso foi registrado na Delegacia de Apiaí como feminicídio, tentativa de homicídio e crime contra o meio ambiente, dada a prática de abuso contra animais. De acordo com a SSP, a Polícia Civil trabalha para localizar o fugitivo.


Família se manifesta

Nas redes sociais, uma familiar do suspeito se manifestou. Ela afirmou não compactuar com a atitude do parente e lamentou o episódio trágico. Ainda segundo ela, a família desconhece o paradeiro do suspeito. “Não acoitamos coisa errada, ele vai colher o que plantou!”, afirmou.


Parente do suspeito condenou atitudes do homem e disse desconhecer seu paradeiro
Parente do suspeito condenou atitudes do homem e disse desconhecer seu paradeiro   Foto: Reprodução

Logo A Tribuna
Newsletter