Homem é preso por incendiar apartamento após espancar namorada em Itanhaém

Crime ocorreu no bairro Sabaúna, dentro de conjunto habitacional. Vítima passa bem

Por: De A Tribuna On-line  -  06/01/19  -  11:21
  Foto: Reprodução/Top Litoral

Um homem, de 37 anos, foi preso em flagrante acusado de lesão corporal e violência doméstica, após espancar a namorada, de 28 anos, e incendiar o apartamento em que viviam. Os crimes ocorreram em Itanhaém, e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil.


Segundo informações da polícia, tudo ocorreu em um imóvel localizado no terceiro andar de um prédio, dentro de um conjunto habitacional, no bairro Sabaúna, na sexta-feira (4). O acusado, um tatuador que atua na região, teria discutido com a namorada, manicure, segundo relatos de vizinhos.


O desentendimento teria sido anterior às agressões sofridas pela mulher, que acabou sendo atingida por golpes na barriga, rosto e costelas. Ela conseguiu fugir e gritar por socorro, sendo acudida por amigos, que acionaram a Polícia Militar.



Em seguida, quando tentou voltar ao imóvel, já o encontrou em chamas. Equipes do Corpo de Bombeiros também foram deslocadas ao local para controlar o incêndio, que destruiu todo o imóvel. Ao mesmo tempo, o tatuador foi detido, e a princípio, alegou que o fogo foi acidental após ter derrubado um cigarro na cama.


A versão, no entanto, foi confrontada com a da vítima, que confessou ter sido agredida durante atendimento médico. A versão também foi endossada pelas testemunhas, o que motivou o tatuador ser indiciado pelo crime de violência doméstica, lesão corporal e, também, por ter incendiado o apartamento.


Detido, o homem foi encaminhado ao 2º Distrito Policial da Cidade, onde a ocorrência foi registrada e, em seguida, foi encaminhado para a Cadeia Pública. O imóvel destruído passou por perícia, o que ajudará nas investigações. A vítima, segundo a polícia, passou por atendimento médico e passa bem.


Logo A Tribuna