EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

27 de Maio de 2020

Homem é preso transportando 1,1 kg de cocaína em Praia Grande

Ao ser detido, homem afirmou que transportava droga para uma cidade no Sergipe

Um casal foi surpreendido em Praia Grande, no início da madrugada de quarta-feira (20), transportando 1,1 quilo de cocaína em um carro. O destino da droga seria Itabaiana, em Sergipe, onde residem os acusados. Apenas o homem foi preso em flagrante. Ele admitiu o tráfico interestadual e disse que a mulher não sabia do entorpecente no veículo.

Policiais da 2ª Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes suspeitaram de um Chevrolet Cobalt, com placa de Belo Horizonte (MG), porque ele trafegava pela Rodovia Padre Manuel da Nóbrega em baixa velocidade. Ao emparelharem a viatura ao carro, perceberam que o motorista demonstrou “nervosismo” e solicitaram a sua parada.

Hércules José dos Santos, de 37 anos, obedeceu ao pedido. Indagado sobre a sua origem e o seu destino, ele se mostrou confuso. Desconfiados, os policiais vistoriaram o carro e acharam no porta-malas uma porção de cocaína. Na sequência, foram encontradas mais três porções da droga escondidas nos compartimentos das lanternas traseiras.

O veículo pertence a uma locadora e nele também viajava a companheira de Hércules, que tem 24 anos. A jovem disse que alugou o carro em uma locadora da capital Aracaju, distante a 56 quilômetros de Itabaiana, porque o companheiro não é habilitado. Porém, coube ao homem conduzir o Cobalt durante toda a viagem.

Sem revelar detalhes, Hércules inocentou a mulher ao alegar que ela ignorava o real motivo da viagem e, consequentemente, a existência da cocaína no automóvel. Por esse motivo, apenas ele foi autuado em flagrante por tráfico e recolhido à cadeia. Relacionada ao caso como “investigada”, a jovem depôs na delegacia, sendo liberada.

De acordo a companheira de Hércules, ele lhe disse que aceitou o pedido de um amigo, morador em São Vicente, para buscá-lo na Baixada Santista e levá-lo a Itabaiana, onde pretendia permanecer durante a quarentena. Ainda conforme a jovem, o amigo justificou que temia viajar de ônibus por causa da pandemia do novo coronavírus.

A jovem declarou que o casal saiu de Sergipe no domingo (17), chegou à Baixada Santista no dia seguinte e se hospedou em um motel. Na terça-feira, Hércules informou que o amigo desistiu da viagem e à noite iniciou a volta para Itabaiana. No momento da prisão, ele dirigia em baixa velocidade porque estava “perdido”.

Tudo sobre: